5G puro estreia em SP nesta quinta: Vou precisar trocar de chip ou de plano? Entenda

Troca de chip, aparelho e planos. Aderir ao 5G puro (chamado de standalone ou SA), que chega nesta quinta-feira em São Paulo, vai exigir muita atenção do consumidor. Isso porque as regras variam entre as operadoras de telefonia móvel e os fabricantes de smartphone.

Uso prático: Empresas já usam 5G em linha de montagem e até para medir temperatura de galinhas. Veja mais exemplos

Nova rede não é só para celular: Tablets, relógios, carros e até óculos terão novas propriedades

Vivo, Claro e TIM venceram a licitação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e vão poder oferecer a nova rede 5G em todo o país. Hoje, a quinta geração já está disponível em Brasília, João Pessoa, Porto Alegre e Belo Horizonte.

A Claro diz que "para navegação em 5G SA será necessário a troca para um chip (sim card) exclusivo e um plano compatível".

Na Vivo, o cliente é avisado que "apenas para acesso à tecnologia 5g SA é necessário realizar a troca para o chip 5G". A tele diz que o chip 4G "já tem acesso à ultravelocidade das redes 5G da Vivo".

Já na TIM, a troca do chip é necessária apenas se o cliente for usuário de iPhone (da Apple). Essa substituição pode ser feita por um novo chip físico ou o cliente pode ativar o e-sim (chip na versão digital) no iPhone através de um QR Code.

Formigas vorazes: Insetos invadem Kindle, compram livros sozinhas, e relato viraliza nas redes

Leonardo Capdeville, vice-presidente de tecnologia da TIM, lembra que a Apple é a única fabricante que está pedindo a troca de chip:

- O cliente, se tiver um iPhone, vai na loja, e, através de um QR, code pode ativar o e-sim. Ou, então, troca por um novo chip físico - disse Capdeville.

Segundo ele, não é preciso fazer a substituição do chip caso os clientes tenham aparelhos das marcas Samsung e Motorola.

Para Andre Gildin, sócio da RKKG Telecom, a necessidade troca do chip está associada à velocidade da migração e implantação da rede standalone.

- A necessidade de troca do chip vai estar associada ao nível de integração de seus sistemas.

De acordo com a Anatel, o país tem já homologados 71 aparelhos compatíveis com o 5G. Mas nem todos já estão em operação para a nova rede standalone.

Na Apple, por exemplo, o iPhone 13, iPhone 12 e iPhone SE (3ª geração) rodam na versão 5G DSS. De acordo com fontes, a Apple já está testando com parceiros de operadoras o 5G standalone no iPhone, mas ainda não há uma data definida.

Acelerando o metaverso: Conheça brasileiros que já fazem sucesso na nova fronteira da internet

A Samsung conta com 14 modelos 5G que já são aptos à rede standalone, como os dobráveis (Z Fold 3 e Z Flip 3), além dos top de linha S21 e S22. Entre os intermediários há os A52s, A73, A53 , A33 e M53. Ao todo, a empresa tem 28 modelos homologados.

Dos 14 modelos já homologados pela Anatel, a Motorola tem aptos ao 5G puro os aparelhos Edge 20, Moto G20, Edge 30, Edge 30 Pro, Moto G82 e Moto G62.

Segundo especialistas, a troca do chip varia entre as operadoras pois cada empresa tem sua própria rede e sistemas específicos de segurança cibernética.

Para aprender : Gêmeo digital, metacoisas e a realidade mista: confira o novo glossário tecnológico do 5G

Além disso, o consumidor precisa ficar atento aos novos planos. As operadoras já estão desenvolvendo novos pacotes pós-pagos com a Quinta Geração, os únicos com acesso à nova tecnologia.

Na Claro, é preciso ter um plano pós-pago, assim como na Vivo.

Na TIM, os clientes dos planos pós-pago TIM Black e TIM Black Família, por exemplo, podem adicionar 50GB de internet e navegação ilimitada no Twitch, serviço de streaming de vídeo ao vivo com foco em games.

Segundo a TIM, a adesão ao novo pacote nos primeiros três meses após o seu lançamento garante gratuidade pelo período de 12 meses. Após esse período, ele custará R$ 20 mensais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos