60 anos de Política Agrícola Comum

A Política Agrícola Comum (PAC) assinala, em 2022, o 60º aniversário. Considerada um dos pilares da construção da União Europeia, foi lançada em 1962, com o objetivo original de alimentar os europeus no rescaldo da Segunda Guerra Mundial.

No Parlamento Europeu, os eurodeputados insistem no papel essencial da PAC. "Tivemos de reconstruir o desenvolvimento agrícola em linha com o aumento da população mundial. A PAC permitiu apoiar a agricultura, para que o desenvolvimento agrícola se modernizasse e se produzisse mais", sublinhou, em entrevista à Euronews, o eurodeputado francês Benoît Biteau, do grupo dos Verdes/Aliança Livre Europeia.

"A PAC criou estabilidade e previsibilidade nos mercados de alimentos na Europa", acrescentou o eurodeputado finlandês Petri Sarvamaa, do grupo do Partido Popular Europeu.

Com a invasão russa em curso na Ucrânia, o cenário de uma crise alimentar global preocupa os mercados.

“Após a crise pandémica, seguida pelo contexto geopolítico na Ucrânia, podemos ver como a agricultura é um setor estratégico”, ressalvou Benoît Biteau.

“Devemos ter os recursos e o apoio necessários para que os agricultores nos ajudem a atravessar esta situação muito difícil”, lembrou Petri Sarvamaa.

Mas apesar dos elogios, a PAC também divide os Estados-membros. A Política Agrícola Comum tem sido constantemente reformada nos últimos 60 anos para permanecer no centro do projeto político europeu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos