Mais de 600 voos são anulados na Alemanha por greve em três aeroportos

Tela mostra cancelamento de voos durante greve no aeroporto de Stuttgart, em 10 de janeiro de 2019

Quase 640 voos foram cancelados na Alemanha, nesta quinta-feira (10), devido a uma greve por aumento salarial por parte dos agentes de segurança dos aeroportos e Dusseldorf, Colônia-Bonn e Stuttgart.

Isso equivale a mais da metade dos 1.050 voos programados para esta quinta, informaram fontes aeroportuárias.

Cerca de 100.000 passageiros se verão afetados pela greve, que começou às 3h locais (00h em Brasília) e terminará à 0h local (21h em Brasília), divulgou a agência alemã DPA.

Em Dusseldorf, terceiro hub áereo da Alemanha, foram anulados 370 dos 580 voos previsos, indicou a direção do aeroporto.

Em Colônia-Bonn, onde se cancelaram 131 voos dos 200 previstos, a greve também afetou os voos de carga, afirmou o Verdi, sindicato que promove o protesto.

O sindicato Verdi, que representa cerca de 23.000 agentes de segurança aeroportuária, reivindica um aumento salarial de três euros a hora, chegando a 20 euros, o que representa um aumento de 17%.

A Associação Federal de Empresas de Segurança Aérea (BDLS, sigla em alemão) propõe aumentos de entre 2% e 8,1%.

Na última segunda-feira, houve uma primeira greve de advertência nos dois aeroportos de Berlim, Tegel e Schonefeld, o que provocou a anulação de mais de 50 voos.

A próxima rodada de negociações será em 23 de janeiro.