68% da população confia nas urnas eletrônicas, mostra levantamento

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Governo Bolsonaro tentou aprovar o voto impresso, com a justificativa de assegurar a segurança das urnas eletrônicas, mas proposta foi reprovado na Câmara (Foto: Getty Images)
Governo Bolsonaro tentou aprovar o voto impresso, com a justificativa de assegurar a segurança das urnas eletrônicas, mas proposta foi reprovado na Câmara (Foto: Getty Images)

Resumo da notícia

  • 68% dos brasileiros confiam nas urnas eletrônicas, mostra pesquisa

  • Método de votação brasileiro tem sido alvo constante do presidente Jair Bolsonaro

  • Pesquisa mostrou ainda que participação popular na eleição de 2022 deve ser alta

A maior parte da população brasileira confia no uso das urnas eletrônicas na eleição. É o que mostra a nova pesquisa CNT, divulgada nesta terça-feira (10). As urnas têm sido alvo constante de ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL), que afirma, sem provas, que os aparelhos não são confiáveis.

Os participantes foram questionados: você confia nas urnas eletrônicas?

  • Sim: 68%

  • Não: 28,6%

  • Não sabe/não respondeu: 3,4%

O governo de Jair Bolsonaro tentou passar um projeto de voto impresso no Congresso Nacional em 2021, mas foi derrotado. Ainda com a intensão de alterar o processo eleitoral, o Ministério da Defesa fez uma série de solicitação ao Tribunal Superior Eleitoral, mas que não foram acatadas pela Corte, presidida atualmente pelo ministro Edson Fachin.

Também como parte da tentativa de descredibilizar o processo eleitoral, o presidente Bolsonaro chegou a sugerir que os militares fizessem uma "contagem paralela" dos votos, para atestas que não houve fraude. Desde que o Brasil começou a usar as urnas eletrônicas, nunca houve qualquer comprovação de fraude no processo eleitoral.

Participação popular

Segundo o levantamento CNT, a expectativa é de alta participação popular no pleito de outubro. Apenas 5% dos eleitoral pensam em deixar de votar.

  • Com certeza irá votar: 79,2%

  • É mais provável que irá votar: 14,2%

  • É mais provável que não irá votar: 3,6%

  • Com certeza não irá votar: 1,4%

  • Não sabe/não respondeu: 1,6%

Pesquisa de intenção de voto

A nova pesquisa da CNT de Opinião reafirma a tendência vista em levantamentos recentes sobre as eleições de 2022. Segundo a CNT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 40,6% das intenções de voto, contra 32% de Jair Bolsonaro (PL).

Em fevereiro de 2022, na última pesquisa da CNT, Lula estava com 42,2% das intenções de voto no primeiro turno, contra 28% para Bolsonaro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos