7 cuidados básicos com roupas e acessórios de couro

Se bem cuidadas, peças de couro podem perdurar em seu guarda-roupas por uma vida inteira e até atravessar gerações. (Foto: Getty Creative)
Se bem cuidadas, peças de couro podem perdurar em seu guarda-roupas por uma vida inteira e até atravessar gerações. (Foto: Getty Creative)

O uso do couro em roupas e acessórios é tão antigo quanto a própria história da humanidade. Ainda na Pré-História, o homem começou a aproveitar a pele de animais em roupas para se proteger do frio e da chuva, utensílios e até abrigo.

Mesmo com a evolução e o desenvolvimento de materiais têxteis ao longo dos séculos, o couro se mantém entre as principais matérias-primas usadas na indústria de vestuário. E não é de se espantar, afinal, apesar do custo mais elevado, o couro tem algumas características singulares. É resistente e durável; não suja com a mesma facilidade que os tecidos, sejam naturais ou sintéticos; e você sabia que, diferente do que a maioria das pessoas pensa, é respirável? Isso mesmo: além de ser um excelente isolante térmico, o couro permite que a pele respire, amenizando a sensação de abafamento e o acúmulo de odores. Por isso é tão comum entre os clássicos atemporais de inverno, como a jaqueta Perfecto, as botas e coturnos.

Se bem cuidadas, peças de couro podem perdurar em seu guarda-roupas por uma vida inteira e até atravessar gerações. Conservá-las é simples e nada custoso. Confira a seguir algumas dicas básicas que valem tanto para roupas quanto acessórios.

Evite dobras

Guarde suas roupas sempre penduradas em cabides, nunca dobradas, para evitar a formação de vincos e o aparecimento de rachaduras.

· Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

· Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Atenção especial às botas de cano alto, que também devem ser guardadas sem dobras. Um bom truque é usar espaguete de piscina para manter o cano firme. Se não tiver espaço no armário para deixá-las na vertical, elas podem ser guardadas na horizontal.

Nada de sacos plásticos

Use sacos e capas de TNT para proteger suas peças da poeira e da umidade, nunca embalagens plásticas. O couro precisa ser armazenado em local arejado e o plástico impede que o material respire. Para sapatos, caixas de papelão também podem ser usadas.

E por falar em respirar...

De tempos em tempos, deixe suas peças arejar fora do armário. Essa prática não só ajuda na conservação do couro como também previne a proliferação de microrganismos. Se possível, faça isso a cada 45 dias e evite intervalos maiores que três meses. Escolha um local ventilado e bem iluminado para isso. Pode ser a varanda ou o quintal, mas sem sol direto. O sol pode causar o ressecamento do couro e favorece o desbotamento.

Hidratar é preciso

Assim como a nossa pele, o couro precisa de hidratação. Ela é necessária para evitar o ressecamento, prolongando a vida útil e mantendo o aspecto original do couro. Existem produtos específicos para isso, os condicionadores de couro. Mas os óleos vegetais, como o de coco e o de amêndoas, são perfeitamente eficientes para esta tarefa.

Nada além de um pano úmido

Para remover sujeira ou poeira encrustada, basta um pano macio umedecido com água. Faça isso assim que perceber a necessidade de limpeza, para evitar que a sujeira penetre o couro. Depois, deixe a peça arejar bem para garantir que esteja seca antes de voltar para o armário. Para manchas mais persistentes, é possível usar uma escova de dentes cerdas macias e sabão líquido de glicerina, próprio para couro. Nesse caso, remova bem o produto com um pano úmido após a limpeza.

Por dentro e por fora

A limpeza da parte interna da peça é tão importante quanto a externa, ou até mais. Afinal, no caso de casacos e calçados, é a parte interna que tem contato direto com nossa pele e pode absorver suor e produtos de beleza. O processo é igualmente simples: basta passar um pano úmido e deixar arejar bem depois. No caso de mofo ou odor, faça a limpeza com um pano umedecido com vinagre branco em vez de água.

NÃO faça isso!

Lavar itens de couro por imersão em água e sabão, da maneira como fazemos com peças de tecido, é a pior coisa que você pode fazer. Em excesso, a água penetra o couro e causa seu apodrecimento, enquanto o sabão comum causa ressecamento (justamente por isso existe um sabão específico para o material). Caso perceba a necessidade de uma limpeza mais profunda, o ideal é levar sua peça a uma lavanderia profissional.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos