7 de setembro: Cláudio Castro vai dividir palanque com Bolsonaro no RJ

7 de setembro: Candidatos do mesmo partido, Castro e Bolsonaro devem discursar juntos em ato (MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images)
7 de setembro: Candidatos do mesmo partido, Castro e Bolsonaro devem discursar juntos em ato

(MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images)

  • Governador do RJ, Cláudio Castro, deve estar ao lado de Bolsonaro nos festejos de 7 de setembro;

  • Candidato à reeleição no estado evitou, até o momento, nacionalizar a campanha;

  • Decisão foi tomada após uma série de debates internos.

O governador do Rio de Janeiro e candidato à reeleição, Cláudio Castro (PL), participará dos desfiles de 7 de setembro ao lado de Jair Bolsonaro (PL). Até o momento, assessores de Castro evitaram nacionalizar a campanha e associar a imagem dele ao do presidente, apesar de ambos serem do mesmo partido.

Ao que tudo indica, o governador estará ao lado de Bolsonaro no palco montado na orla de Copacabana, que também recebe apoiadores do presidenciável e de autoridades. A decisão de permitir que Castro participe das comemorações do Bicentenário da Independência do Brasil foi tomada após uma série de debates internos.

O principal adversário do candidato, segundo as pesquisas, é Marcelo Freixo (PSB). O pessebista é apoiado pelo ex-presidente Lula (PT), à frente de Bolsonaro na corrida eleitoral.

Motociata

De acordo com as informações divulgadas pelo jornalista Guilherme Amado, o atual presidente chegará aos festejos junto com apoiadores que integrarão uma motociata. Ele deve sair às 13h22 - uma referência ao número do seu partido - do Monumento dos Pracinhas, no Centro da capital fluminense, em direção ao Forte de Copacabana.

A manifestação contará com trios elétricos e palanque. Antes, o ato estava marcado para acontecer em frente ao hotel Copacabana Palace, mas a concentração será no posto cinco, que fica a um quilômetro do Forte.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: