7 de setembro: quinze estados registraram manifestações contra e a favor a Bolsonaro

·1 minuto de leitura
(SERGIO LIMA/AFP via Getty Images)
(SERGIO LIMA/AFP via Getty Images)

Manifestantes de todo o país se reuniram para protestar contra e a favor do governo Bolsonaro em mais de quinze estados, nesta terça-feira, feriado de 7 de setembro. Houve aglomeração e muitas pessoas não usavam máscara. 

Em Curitiba, os manifestantes se reuniram na porta do Palácio Iguaçu, sede do governo estadual. Com faixas pedindo intervenção federal no STF e no congresso. Também no Paraná, apoiadores fecharam a rodovia BR 376 sentido Santa Catarina provocando mais de 10km de congestionamento. 

Em Belém, grupos ligados a caminhoneiros e a igreja marcharam em vários pontos da cidade e se concentraram no parque Porto Futuro. Eles criticavam o ministro Alexandre de Moraes, pediram voto auditável (rejeitado no Congresso) e intervenção militar. A capital também registrou manifestações contra o governo, criticando a gestão do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia. 

Em Maceió, representantes de movimentos sociais e sindicais, sociedade civil e partidos contrários ao atual governo protestaram na Orla de Maceió. Eles reivindicaram a alta da inflação - preço dos alimentos, da gasolina e o desemprego. 

Em Macapá, um ato promovido pelo Grito dos Excluídos começou com uma missa, protesto contra a venda dos Correios e contra as mais de 584 mil mortes provocadas pela Covid-19. 

Santa Catarina registrou protestos a favor do governo em mais de 4 pontos, os manifestantes bloquearam as rodovias com tratores e caminhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos