7 de Setembro em SP terá desfile no Ipiranga, bolsonaristas na Paulista e mudança no trânsito

SÃO PAULO, SP, 06.09.2022 - MUSEU-IPIRANGA: Início da cerimônia de reabertura do Museu do Ipiranga, na capital paulista, com discurso de autoridades do estado para convidados em frente ao museu, na noite desta terça-feira. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 06.09.2022 - MUSEU-IPIRANGA: Início da cerimônia de reabertura do Museu do Ipiranga, na capital paulista, com discurso de autoridades do estado para convidados em frente ao museu, na noite desta terça-feira. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O 7 de Setembro em São Paulo terá nesta quarta um desfile cívico militar no bairro do Ipiranga, na zona sul da capital, e manifestações de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL) na avenida Paulista, na Praça da Sé, ambos os endereços no centro da cidade, e no parque Ibirapuera, de onde sairá uma motociata.

A prefeitura estima que o desfile terá a presença de 10 mil pessoas. O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), candidato à reeleição, poderá ser uma delas, mas até o início desta noite de terça (6) confirmou presença apenas em visita ao Museu do Ipiranga, às 10h.

O evento ocorre por toda a extensão da avenida Dom Pedro 1º, das 8h às 12h30, e marca a reabertura do Museu do Ipiranga. Na sequência, às 15h, será feita uma encenação do grito da independência proferido por dom Pedro 1º, em 1822. O feriado deste ano marca o bicentenário desse episódio histórico.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) diz que enviará para a área do desfile e ao ato na Paulista 2.496 policiais, 512 viaturas, 48 cavalos e cinco helicópteros, sem detalhar o efetivo em cada uma das regiões.

O trânsito no entorno do museu sofrerá alterações. A partir das 22h desta terça (6), serão bloqueadas as avenidas Dom Pedro 1º e Tereza Cristina e as ruas Leais Paulistanos, Tabor, Bom Pastor, Agostinho Gomes e Cipriano Barata. Os itinerários de 27 linhas de ônibus também foram alterados (veja mais abaixo).

A programação do desfile foi feita pelo Governo de São Paulo em parceria com a Força Aérea, a Marinha e o Exército, além da própria prefeitura paulistana. Ao menos 21 aeronaves devem sobrevoar a parada.

Também haverá atividades culturais, como apresentações de teatro, dança e artes visuais, em quase 200 pontos da cidade, entre os quais a praça do Patriarca, que recebe a escultura de José Bonifácio, patrono da Independência, o Solar da Marquesa, também na região central, e casas de cultura.

No entanto, até a conclusão deste texto, a gestão do prefeito Ricardo Nunes (MDB) não havia detalhado nenhum plano específico para a manifestação a favor do presidente Bolsonaro na avenida Paulista.

Em nota, a prefeitura disse que agentes da Guarda Civil Metropolitana vão prestar apoio fiscalizando o comércio ambulante e agindo de forma preventiva contra crimes. Também afirmou que a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) atenderá aos pedidos de monitoramento feitos pela Polícia Militar.

Como o jornal Folha de S.Paulo, mostrou, o 7 de Setembro de bolsonaristas na Paulista terá ampla participação de movimentos de caráter antidemocrático. Diferentemente de 2021, o presidente não estará presente.

O chefe do Executivo federal participará de desfiles em Brasília e no Rio de Janeiro e deve fazer uma participação remota no ato paulistano com transmissão em um telão instalado em um carro de som.

A SSP autorizou 14 grupos de viés direitista e conservador a se manifestarem na avenida Paulista, como a Associação Brasil nas Ruas e o Movimento Monarquista. Os maiores caminhões vão se concentrar entre a rua Peixoto Gomide e a alameda Campinas e em frente ao Masp (Museu de Arte de São Paulo).

O ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos), candidato bolsonarista ao Governo de São Paulo, vai comparecer à manifestação, cuja concentração deve começar a partir das 10h.

*

CERIMONIAL NO IPIRANGA

- 8h - hasteamento da bandeira do Brasil com a presença dos Dragões da Independência

- 8h45 às 9h45 - desfile cívico

- 8h45 às 12h30 - desfile militar

- 12h30 - salto de paraquedistas do Exército

Vias interditadas

- Praça do Monumento

- av. Dom Pedro 1º

- r. Leais Paulistanos

- r. Tabor

- r. Bom Pastor

- av. Tereza Cristina

- r. Agostinho Gomes

- r. Cipriano Barata

As alternativas sugeridas pela CET são para os veículos provenientes da r. dos Patriotas com destino a av. Nazaré. Eles deverão virar à esquerda na r. Costa Aguiar, depois à direita na r. Cisplatina, seguir em frente pela r. Padre Marchetti e virar à esquerda na avenida Nazaré voltando, assim, ao seu trajeto normal.

Quem estiver da r. da Independência com destino à av. Nazaré deve virar à esquerda na r. Dona Ana Neri, depois à direita na av. do Estado, à direita na r. dos Patriotas, e, então, virar à esquerda na r. Costa Aguiar.

TRANSPORTE PÚBLICO

A SPTrans modificará o trajeto de 27 linhas de ônibus, das 22h de terça (6) até as 14h de quarta (7), na região do Parque da Independência.

174M/10 Vila Sabrina – Museu do Ipiranga

314J/10 Pq. Sta. Madalena - Pça. Almeida Jr.

314V/10 Vl. Ema - Pça. Almeida Jr.

5142/10 Term. Sapopemba – Term. Pq. D. Pedro 2º

5145/10 Term. Sapopemba – Pça. Almeida Jr.

3390/10 São Mateus – Term. Pq. D. Pedro 2º

407M/10 Vl. Monumento – Metrô Vl. Mariana

4111/10 Vl. Monumento – Pça. da República

4491/10 Zoológico – Term. Pq. D. Pedro 2º

477A/10 Sacomã- Term. Pinheiros

477P/10 Ipiranga – Rio Pequeno

478P/10 Sacom㠖 Vl. Romana

5028/10 Conj. Hab. Heliópolis – Metrô Alto do Ipiranga

5107/10 Term. Sacom㠖 Pça. do Correio

5108/10 Jd. Celeste – Term. Pq. D. Pedro 2º

519M/10 São Mateus – Museu do Ipiranga

5705/10 Term. Sacom㠖 Metrô Vergueiro

874T/10 Ipiranga – Lapa

476A/10 Ipiranga – Term. Sto. Amaro

575C/10 Ipiranga – Vl. Matias

N502/11 Term. Sacom㠖 Term. Pq. D. Pedro 2º

N537/11 Metrô Vl. Mariana - Term. Vl. Prudente

476G/10 Jd. Elba – Ibirapuera

476G/41 Vl. Industrial – Metrô Ana Rosa

364A/10 Hosp. Ipiranga – Shop. Aricanduva

514T/10 Term. Sacom㠖 Jd. Itápolis

N536/11 Term. Sacom㠖 Jd. Itápolis