80% dos brasileiros tiveram as finanças prejudicadas na pandemia

·1 minuto de leitura
Real - Brazilian Currency. Money, Dinheiro, Brasil, Reais. A group of brazilian banknotes of 200 Reais in close-up and coins.
Problemas financeiros impactaram na saúde mental e no sono da população (Getty Image)
  • Brasileiros tiveram dificuldade em manter o controle dos gastos durante a crise sanitária

  • Segundo estudo, apenas 8% das pessoas administraram bem o dinheiro na pandemia

  • Preocupação com as contas causou insônia e depressão 

Quem não teve as finanças prejudicadas durante a pandemia? Conforme uma pesquisa publicada nesta semana, apenas 14% dos brasileiros tiveram essa sorte. Dos 2.500 entrevistados pelo estudo do Instituto Axxus, startup de tecnologia da Unicamp, 86% tiveram as economias muito prejudicadas durante a crise sanitária.

Leia também:

Com respostas de todo o país, 76% dos participantes reconheceram que não administraram bem as finanças desde a chegada do covid. Só 8% disseram que fazem uma boa administração da renda.

Além dos gastos com as compras, dívidas também são um empecilho para a vida financeira dos brasileiros que não tinham um bom planejamento financeiro.

Tantas preocupações com gastos, literalmente, tirou o sono do brasileiro. Dos entrevistados com problemas financeiros, 71% disseram ter insônia, 45% experienciaram desequilíbrio emocional e 14% tiveram depressão.

No campo da administração das contas da casa, 46% das mulheres ficaram com a função de gerenciamento, enquanto 43% das famílias tinham o homem na função.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos