• No Jornal Nacional, Globo responde áudio de Bolsonaro para Bebianno
    Notícias
    Yahoo Notícias

    No Jornal Nacional, Globo responde áudio de Bolsonaro para Bebianno

    Emissora carioca utilizou espaço no Jornal Nacional para, pela voz do âncora William Bonner, responder às acusações feitas por Bolsonaro em áudio no WhatsApp

  • Espancada por 4h, empresária fala pela 1ª vez: 'Achei que ia morrer'
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Espancada por 4h, empresária fala pela 1ª vez: 'Achei que ia morrer'

    A empresária foi encontrada desacordada por policiais militares dentro do próprio apartamento após vizinhos ouvirem gritos de socorro

  • Mãe joga filha recém-nascida de janela em Mossoró
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Mãe joga filha recém-nascida de janela em Mossoró

    Uma mulher de 22 anos foi presa em flagrante em Mossoró, no Rio Grande do Norte, após arremessar a própria filha, um bebê recém-nascido, pela janela do apartamento em que morava, no 2º andar.

  • Na Alemanha, Jean Wyllys diz que sair do Brasil foi “recado ao mundo”
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Na Alemanha, Jean Wyllys diz que sair do Brasil foi “recado ao mundo”

    Ex-deputado do PSOL, Jean Wyllys fez nesta segunda-feira (18), em Berlim, uma de suas primeiras aparições públicas.

  • Crianças denunciam estupros do irmão no Mato Grosso do Sul
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Crianças denunciam estupros do irmão no Mato Grosso do Sul

    Uma menina de 9 anos e o um menino, de 11, denunciaram o irmão mais velho, de 16, por estupro e também por obrigá-los a usar drogas como maconha e cocaína

  • Flávio, Eduardo e Carlos, os 'pitbulls' de Jair Bolsonaro
    Notícias
    AFP

    Flávio, Eduardo e Carlos, os 'pitbulls' de Jair Bolsonaro

    Eles não fazem parte do governo, mas sua influência é tanta que já causaram a exoneração de um ministro. Os filhos do presidente Jair Bolsonaro exercem um poder paralelo inédito na história política brasileira, o que incomoda muita gente.

  • Idosa é morta pelo ex-marido com quem foi casada por 40 anos, no PR
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Idosa é morta pelo ex-marido com quem foi casada por 40 anos, no PR

    Uma idosa de 66 anos foi morta a tiros pelo ex-marido, de 74, na manhã desta segunda-feira (18) em frente a uma igreja na cidade de Córbelia, no Paraná

  • Mãe não sabe da morte dos filhos em deslizamento
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Mãe não sabe da morte dos filhos em deslizamento

    A mãe de duas crianças, de 8 e 11 anos, que morreram após um deslizamento de terra atingir a residência onde estavam, no Jardim Zaíra, em Mauá, ainda não sabe da morte dos filhos.

  • Putin ameaça posicionar seus novos mísseis contra os países ocidentais
    Notícias
    AFP

    Putin ameaça posicionar seus novos mísseis contra os países ocidentais

    O presidente russo, Vladimir Putin, em queda nas pesquisas de opinião, assegurou nesta quarta-feira que deseja melhorar a qualidade de vida de seus compatriotas, e também se mostrou pronto a posicionar novas armas da Rússia contra os países ocidentais.

  • Morre aos 95 anos o marinheiro da icônica foto do beijo em NY
    Notícias
    AFP

    Morre aos 95 anos o marinheiro da icônica foto do beijo em NY

    O marinheiro que beija uma enfermeira na Times Square enquanto as pessoas comemoravam o fim da Segunda Guerra Mundial nas ruas de Nova York, protagonista de uma foto icônica da época, morreu aos 95 anos, informou sua filha ao Providence Journal.

  • Veterinário atende gato de pelúcia de menina autista e emociona
    Yahoo Notícias

    Veterinário atende gato de pelúcia de menina autista e emociona

    Um veterinário se tornou um exemplo de empatia nos Estados Unidos. Após uma menina autista pedir uma consulta para o seu gato de pelúcia, o doutor Maier não pensou duas vezes antes de atender a garotinha. 

A pequena Jazmine, de 6 anos, estava triste e preocupada com a saúde do felino batizado de “Donnie”. Ao ver a menina triste, a mãe Susie decidiu entrar em contato com uma clínica em Washington, quando foi atendida pelo simpático veterinário. 

A página da clínica no Facebook compartilhou o momento da inusitada consulta. Nas imagens, Jazmine mostra o gato para o veterinário e suas assistentes e, em seguida, observa o doutor fazendo curativos. “Informações do paciente: Donnie, gato doméstico; Reclamação: machucado no pé direito da frente; Exame físico: coração e pulmões normais, pequena laceração no pé da frente direito; Tratamento: bandagem no pé da frente direito, continue por alguns dias; Cuidados para casa: dar amor extra e carinhos até que ele esteja melhor”, diz o texto.

“Depois de um exame minucioso e um curativo rápido, esperamos que o Donnie fique completamente recuperado”, completou o consultório na publicação. A atitude do médico gerou comoção absoluta dos internautas nas redes sociais, encantados com a bondade e paciência de Maier. “Esta menina vai lembrar desse gesto para sempre”, disse um dos seguidores da página. O que achou?

  • Derrota do governo na Câmara é resposta de Maia à queda de Bebianno
    Notícias
    Folhapress

    Derrota do governo na Câmara é resposta de Maia à queda de Bebianno

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A primeira derrota do governo Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara dos Deputados foi uma resposta do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), à demissão de Gustavo Bebianno, seu principal interlocutor no Palácio do Planalto. Segundo deputados, Maia articulava desde domingo (17) colocar em votação a revisão do decreto do Executivo que alterou as regras da LAI (Lei de Acesso à Informação). A Câmara nesta terça-feira (19) não apenas aprovou a urgência da votação como em seguida anulou o decreto. O texto vai agora ao Senado. O recado, orquestrado por líderes dos principais partidos do centrão, é um sinal de alerta para o governo, que pretende apresentar o texto da reforma da Previdência ao Congresso nesta quarta-feira (20). Deputados disseram que o momento para o governo é difícil. E só fez complicar a divulgação pela revista Veja de conversas por aplicativo entre Bolsonaro e Bebianno. As falas do presidente foram consideradas desrespeitosas. Há insatisfação na Câmara com o tratamento dispensado pelo governo aos deputados, com, por exemplo, a demora em liberar indicações de cargos do segundo escalão nos estados.  Há também críticas ao líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), deputado da confiança de Bolsonaro cuja capacidade de articulação vem sendo questionada sucessivamente. No caso desta terça, Vitor Hugo pediu em reunião de líderes que o tema do decreto sobre a LAI não fosse pautado. Não conseguiu reverter o isolamento, e o PSL foi o único partido a orientar seus deputados a votarem contra a urgência do projeto. Foram 367 votos a favor e 57 contra. Também causou insatisfação a decisão do governo de não explicar a reforma da Previdência a líderes da base antes de seu envio ao Congresso. Vitor Hugo disse que não via problema, já que o diálogo pode ser posterior e não será prejudicado. A revelação dos áudios da conversa de Bolsonaro e Bebianno deixou até convictos defensores da reforma da Previdência ressabiados. Avalia-se que a falta de articulação do governo está gerando desgaste bem maior do que a crise em si geraria. Nos dias de fritura de Bebianno, na semana passada, Maia trabalhou para evitar sua demissão. Acionou o ministro da Economia, Paulo Guedes, e defendeu publicamente o agora ex-ministro. Com a queda de Bebianno, a ponte do governo Bolsonaro com o presidente da Câmara passa a se restringir à equipe econômica. Maia tem boa relação com Guedes e o secretário da Previdência, Rogério Marinho. Porém, não se dá com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Bebianno caiu após uma crise instalada no Palácio do Planalto com a revelação pela Folha de S.Paulo da existência de um esquema de candidaturas laranjas do PSL para desviar verba pública eleitoral. O  partido foi presidido por ele durante as eleições de 2018, em campanha de Bolsonaro marcada por um discurso de ética e de combate à corrupção.

  • Maduro desafia Guaidó a convocar eleições
    AFP

    Maduro desafia Guaidó a convocar eleições

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, desafiou o líder da oposição Juan Guaidó, reconhecido por cerca de 50 países como presidente interino, a convocar eleições.

  • Agressor que espancou mulher por 4h já bateu em irmão deficiente
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Agressor que espancou mulher por 4h já bateu em irmão deficiente

    Vinícius Batista Serra, preso por espancar a paisagista Elaine Caparróz por 4 horas, já foi denunciado à Polícia Civil pelo próprio pai por agredir o irmão, que é deficiente.

  • Lava Jato dribla Gilmar Mendes ao levar Paulo Preto para Curitiba
    Notícias
    Folhapress

    Lava Jato dribla Gilmar Mendes ao levar Paulo Preto para Curitiba

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Logo após a deflagração da 60ª fase da Lava Jato do Paraná, que prendeu Paulo Vieira de Souza, o suspeito de ser operador do PSDB conhecido como Paulo Preto, o procurador Deltan Dallagnol foi às redes sociais. "Vejo tweets receando que o ministro Gilmar Mendes solte Paulo Preto mais uma vez em liminar. Isso é impossível debaixo da lei. O relator desse caso no Supremo não é ele e sim o ministro Fachin", disse. Em resposta, a ex-coordenadora da Lava Jato em São Paulo, Thaméa Danelon, afirmou: "Mas Gilmar Mendes pode proferir uma decisão completamente ilegal e inconstitucional dizendo que ele é o juiz prevento para todos os casos em que Paulo Preto for preso. Um absurdo? Sim. Mas Gilmar já proferiu varias decisões absurdas!!!". Deltan retuitou, acrescentando que "se isso acontecesse seria um caso de exercício arbitrário de poder, fora do Direito". Com a argumentação de que eventuais desvios de dinheiro cometido por Paulo Preto foram repassados para ex-diretores e ex-gerentes da Petrobras, a Lava Jato conseguiu afastar -ao menos a princípio- o que sempre considerou um entrave para casos relacionados aos governos tucanos em São Paulo: a relatoria do ministro Gilmar Mendes nos recursos feitos ao STF (Supremo Tribunal Federal). A conexão com a Petrobras faz com que o caso de movimentação de R$ 130 milhões em contas na Suíça passe de São Paulo, onde a apuração começou e ficou travada por mais de um ano por determinação de Gilmar, para Curitiba, que tem relatoria de Edson Fachin, cujas decisões têm sido mais rígidas e em consonância com os pedidos da Procuradoria. O inquérito relatado por Gilmar Mendes foi enviado a São Paulo apenas no início de 2019, mesmo assim apenas para o Tribunal Regional Eleitoral. "As evidências revelaram que, no mesmo período que se seguiu à entrega dos valores em espécie por Paulo Preto para a Odebrecht, propinas foram pagas pela empreiteira, em espécie, para os seguintes gerentes e diretores da Petrobras: Djalma Rodrigues, Maurício Guedes, Roberto Gonçalves, Paulo Roberto Costa, Pedro Barusco e Sérgio Machado", diz o material divulgado pelo Ministério Público Federal à imprensa. À Folha de S.Paulo, o procurador Roberson Pozzobon negou que a operação tenha sido uma manobra. Segundo ele, a investigação não se centra nos crimes de corrupção praticados por Paulo Preto, mas na lavagem e evasão de divisas que ele cometeu em favor da Odebrecht –algo que, no entendimento do STF, é de competência da Justiça Federal do Paraná. “Aqui, nós investigamos Paulo Preto como operador financeiro, e não como agente corrompido”, disse. “O nosso foco não está em como ele recebeu esse dinheiro e quais foram os ilícitos, mas sim o fato de que ele forneceu valores à Odebrecht e, em contrapartida, recebeu recursos ilícitos da empresa no exterior.” A Procuradoria argumenta que “no mesmo período que se seguiu à entrega dos valores em espécie por Paulo Preto para a Odebrecht, propinas foram pagas pela empreiteira, em espécie, para os seguintes gerentes e diretores da Petrobras: Djalma Rodrigues, Maurício Guedes, Roberto Gonçalves, Paulo Roberto Costa, Pedro Barusco e Sérgio Machado”. “Compreender o esquema criminoso desde a sua gênese é muito caro para nós, até para que tenhamos provas mais robustas contra esses agentes”, afirmou Pozzobon. Como as apurações sobre a movimentação financeira de Paulo Preto não podiam avançar na capital paulista, a Lava Jato do estado apresentou outras duas denúncias contra ele: por suspeita de desvios em reassentamentos no Rodoanel Sul e formação de cartel para obras viárias. Ex-diretor da Dersa (estatal paulista de rodovias) no governo do tucano José Serra (2007-2010), ele chegou a ser preso preventivamente duas vezes no ano passado, mas em ambas as situações foi solto por habeas corpus concedidos por Gilmar. Nesses dois casos, se tornou réu, mas deve ser beneficiado com a prescrição do primeiro após uma decisão de Gilmar que tornou mais lenta a tramitação do processo –em 7 de março, Paulo Preto completa 70 anos e o prazo para que acusações contra ele caduquem se reduz à metade. A primeira prisão levantou suspeitas de que o ex-diretor pudesse firmar um acordo de delação premiada que miraria o alto escalão do PSDB paulista. Na Lava Jato, Paulo Preto é citado por sete delatores, que dizem que ele pediu a dez empreiteiras que fizeram o trecho sul do Rodoanel um suborno equivalente a 0,75% de tudo que elas recebessem. As contas de Paulo Preto na Suíça foram encerradas no primeiro trimestre de 2017, depois de o acordo da Odebrecht ter se tornado público. Em seguida, os valores foram transferidos para contas nas Bahamas. Ele sempre negou ter cometido qualquer irregularidade. Com essa nova prisão, o ex-diretor passa a ser considerado pela Procuradoria um operador financeiro da Odebrecht, e não mais apenas das campanha do PSDB de São Paulo. Em nota, o procurador Julio Noronha, de Curitiba, expõe o entendimento do Ministério Público Federal com a nova ação: "É fundamental que as apurações sobre corrupção não sejam deslocadas para a Justiça Eleitoral e que a execução das penas pelos agentes corruptos não seja postergada indefinidamente."

  • Vítima de espancamento fica abalada ao ver seu rosto pela 1ª vez
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Vítima de espancamento fica abalada ao ver seu rosto pela 1ª vez

    De acordo com o irmão da vítima de espancamento, Rogério, 45, ao Extra, a família evitou ao máximo que ela olhasse no espelho e visse sua fisionomia

  • Barragem corre risco “iminente” de romper e inundar cidade no Piauí
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Barragem corre risco “iminente” de romper e inundar cidade no Piauí

    Os 62 mil habitantes da cidade de Piriri, no Piauí, estão em perigo porque uma barragem de açude com 54,6 milhões de m³ de água corre “risco iminente”

  • Wagner Moura diz a Boulos que lançará filme em ocupação do MTST
    Notícias
    Folhapress

    Wagner Moura diz a Boulos que lançará filme em ocupação do MTST

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O filme "Marighella", dirigido por Wagner Moura, terá a sua primeira exibição no Brasil em uma ocupação do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto).A informação foi confirmada pelo coordenador do MTST, Guilherme Boulos, em uma rede social. "Vai ser histórico!", afirmou o ex-candidato à Presidência da República pelo PSOL.A cinebiografia do guerrilheiro de esquerda Carlos Marighella, morto pela ditadura em 1969, marca a estreia de Moura na direção. A obra é inspirada em um livro escrito pelo jornalista Mário Magalhães. ...

  • Notícias
    Folhapress

    Covas passa recursos de corredores de ônibus para autódromo de Interlagos

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), remanejou mais de R$ 12 milhões que planejava destinar para a construção de corredores de ônibus para obras de reforma do autódromo de Interlagos, na zona sul da capital paulista, que ele pretende passar à iniciativa privada antes do fim de seu mandato, em 2020. A decisão por meio de decreto foi publicada no Diário Oficial do Município no sábado (16). Nela, a prefeitura especifica que os R$ 12,4 milhões necessários para obras de ampliação, reforma e requalificação do Autódromo de Interlagos serão retirados dos recursos previstos para a construção de corredores de ônibus. Em nota à reportagem a prefeitura afirma que os recursos "foram remanejados de dotação orçamentária e retornarão para corredores de ônibus tão logo tais recursos entrem nos cofres públicos por meio dos convênios com o governo federal para esta finalidade, de acordo com a Secretaria Municipal da Fazenda". Em seu plano de metas, a gestão tucana, iniciada em 2017, prometia entregar 72 km de corredores até 2020. No entanto, pouco investiu na área desde então: inaugurou 3,3 km de corredores e dificilmente conseguirá cumprir o prometido.  Ao longo da gestão João Doria (PSDB) -que deixou a prefeitura para concorrer ao governo do Estado, em abril do ano passado- e Covas, a prefeitura tirou dinheiro dos corredores de ônibus para colocar em diferentes áreas, especialmente no programa Asfalto Novo. Em 2017, a prefeitura previu R$ 608 milhões para essas obras em corredores e acabou gastando só R$ 40 milhões. Em 2018, dos R$ 542,5 milhões previstos, pouco mais de R$ 54 milhões foram pagos. Para 2019, previu gastar R$ 205 milhões em requalificação e construção de corredores -quantia que agora foi reduzida em R$ 12,4 milhões (com os quais seria possível construir cerca de 600 m de um corredor de ônibus). O dinheiro foi remanejado em operações de crédito suplementar para as mais diversas áreas. A maior movimentação ocorreu em fevereiro de 2018, quando a prefeitura retirou R$ 192 milhões dos corredores e os destinou à pavimentação e recapeamento de vias. Outros remanejamentos incluíram a compra de materiais para farmácias e hospitais, obras para controle de cheias e até aumento de capital de empresas da prefeitura como a SP Turismo e a SP Urbanismo. A construção de corredores de ônibus também emperrou em gestões anteriores. Fernando Haddad (PT) (2013-2016), por exemplo, prometeu fazer 150 km, mas entregou 42 km. Sem a verba federal prometida e com contratos suspensos pelo TCU, apostou em 420 km de faixas exclusivas, à direita das pistas, mais baratas. De 2009 a 2012, Kassab fez 11,8 km de 66 km propostos. Há hoje 12 corredores de ônibus na cidade, com 128,7 km de extensão.  Sobre a necessidade de se investir recursos no autódromo que pretende passar à iniciativa privada, a Prefeitura de São Paulo diz que "não pode deixar o autódromo sem a devida manutenção porque ele recebe anualmente, entre outros eventos, o Grande Prêmio de Fórmula 1, que significa recursos entrando no caixa da prefeitura -com turistas, o recolhimento do ISS; além da geração de emprego".  "São obras de manutenção", diz a prefeitura. "Para receber a etapa brasileira do Grande Prêmio de Fórmula 1 de 2018 e atender às condições de segurança exigidas pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo), o autódromo passou por reformas na pista, no pit lane e também em suas instalações permanentes (banheiros, arquibancadas, edifícios etc). O gasto médio anual com obras no autódromo é de R$ 10 milhões. Outros R$ 30 milhões serão gastos na infraestrutura e serviços referentes ao Grande Prêmio". Segundo a prefeitura, o gasto anual com o autódromo chega a R$ 55 milhões, sendo R$ 5 milhões com manutenção e funcionários e R$ 50 milhões com a montagem de estruturas provisórias para os eventos da F-1. Além disso, acrescenta que esperava que já teria, neste momento, a aprovação da lei que autoriza a privatização do autódromo. O projeto de lei tramita desde 2017 na Câmara Municipal e ainda precisa passar por uma segunda votação e pela sanção do prefeito. O vereador Police Neto (PSD), envolvido em discussões sobre mobilidade, critica a decisão da prefeitura. "A gestão Covas retira mais de R$ 12 milhões de recursos dos corredores, que estão agonizando. O transporte da população mais sofrida é prejudicado para colocar esses recursos para poucos corredores de F-1", diz.

  • Mesmo sem cargo, sobrinho de Bolsonaro foi 58 vezes ao Planalto
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Mesmo sem cargo, sobrinho de Bolsonaro foi 58 vezes ao Planalto

    Leonardo Rodrigues de Jesus, de 35 anos, não tem cargo na Presidência. Mesmo assim, o sobrinho do presidente Jair Bolsonaro já visitou o Planalto 58 vezes

  • Notícias
    Folhapress

    Prédios na região do Morumbi são evacuados por risco de desabamento em SP

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um condomínio residencial com duas torres foi evacuado pelo Corpo de Bombeiros na Vila Andrade, na região do Morumbi, na zona sul da capital paulista. Os moradores tiveram que deixar os 106 apartamentos às pressas no final da tarde desta terça-feira (19) devido ao aparecimento de uma grande rachadura na estrutura. O condomínio apresenta rachaduras visíveis nos corredores e na fachada há ao menos dez anos. Nesta terça, uma nova fissura surgiu seguida de um grande estalo, o que provocou pânico entre os moradores. Segundo Marcos Palumbo, porta-voz do Corpo de Bombeiros, as torres passaram por vistoria ainda nesta terça, mas a gravidade do problema não foi esclarecida. "O Corpo de Bombeiros pediu para que todas as pessoas evacuassem a edificação, acionou a Defesa Civil para que possam ser feitos os exames [para saber] o que aconteceu ali nessa edificação", disse Palumbo. De acordo com os bombeiros, os trabalhos, agora, estão com a Defesa Civil municipal, sob a gestão de Bruno Covas (PSDB). O órgão informou, por meio de nota, que não há prazo para a liberação dos apartamentos aos moradores. Interditado preventivamente, o condomínio será monitorado por técnicos do órgão até que as torres "estejam estabilizadas". As duas torres do Condomínio Liberté Morumbi possuem 12 andares cada -sendo oito pisos com seis apartamentos, um térreo e três de garagem. O condomínio foi erguido pela construtora DMF, e a entrega dos apartamentos aos moradores foi feita em 2006. A reportagem não conseguiu localizar os representantes da empresa até esta publicação.

  • Notícias
    Folhapress

    Com risco de surto de sarampo, cruzeiro com Wesley Safadão terá 10 mil vacinados

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em meio ao risco de um surto de sarampo, o Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (20) que irá vacinar ao menos 10 mil passageiros do MSC Seaview, um dos maiores navios de cruzeiro a transitarem na costa brasileira. A medida ocorre após a confirmação de 13 casos da doença em tripulantes da embarcação, que reúne funcionários de diferentes nacionalidades. Outros cinco permanecem em investigação. Inicialmente, a suspeita era de que os funcionários estivessem com rubéola. Exames, no entanto, acabaram por confirmar o vírus do sarampo. A situação levou a um alerta entre autoridades de saúde diante da possibilidade de expansão da doença também para os passageiros do navio, que pode comportar 5.420 pessoas. Nos últimos dias, o navio foi palco de um show do cantor Wesley Safadão. Segundo o ministério, apesar de ainda não haver casos suspeitos, passageiros que embarcaram no navio em Santos no dia 16 deste mês podem ter sido expostos ao vírus e vir a desenvolver sintomas da doença -daí a necessidade urgente de vacinação. A estratégia, que visa o bloqueio de casos, começará a ser aplicada a partir deste quarta para passageiros de seis meses a 49 anos que deixam o barco em Santos, no litoral paulista. A estimativa é que 5.000 deixem o cruzeiro nesta data. Em seguida, outros 5.000 passageiros, previstos para embarcarem no mesmo dia, também serão vacinados. A exceção valerá para aqueles que apresentarem comprovante de vacinação em dia. As ações serão feitas em conjunto com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e equipes de vigilância de São Paulo. Em nota, o ministério alerta ainda aos passageiros que deixaram o barco nos últimos dias para que procurem imediatamente uma unidade de saúde caso identificarem sintomas da doença, como febre alta, dor de cabeça, manchas vermelhas, coriza e conjuntivite.

  • Semanas de Moda de Londres e Milão prestam homenagem a Lagerfeld
    Notícias
    AFP

    Semanas de Moda de Londres e Milão prestam homenagem a Lagerfeld

    "Ele inspirou gerações de estilistas e seu legado perdurará", afirmaram nesta terça-feira os organizadores das Semanas de Moda de Londres e Milão, prestando homenagem ao falecido estilista Karl Lagerfeld.

  • Em alerta militar, Venezuela fecha fronteira com Curaçao, bloqueando ajuda
    Notícias
    AFP

    Em alerta militar, Venezuela fecha fronteira com Curaçao, bloqueando ajuda

    A Força Armada venezuelana se declarou em alerta para evitar uma violação do território diante da pretensão do opositor Juan Guaidó de fazer entrar no próximo sábado (23) a ajuda humanitária armazenada em Brasil, Colômbia e Curaçao, ilha com a qual Caracas fechou nesta terça (19) sua fronteira marítima e aérea.

  • Notícias
    Folhapress

    Gwyneth Paltrow diz que se sente velha para continuar fazendo filmes para a Marvel

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Gwyneth Paltrow, 46, disse à revista americana Variety que não pretende continuar fazendo filmes da Marvel. "Estou um pouco velha para estar em uma armadura. Me sinto sortuda em ter participado de 'Vingadores', porque fui convencida a fazê-lo", disse.  Com isso, seu último filme do universo de super-heróis será "Vingadores: Ultimato", com estreia prevista para 25 de abril. "Foi incrível fazer o primeiro filme e ver crescer como franquia, e depois se transformar nesta coisa gigantesca". A atriz ainda participou dos filmes "Homem de Ferro" (2008) e suas sequências, que saíram em 2010 e 2013. Esteve também em "Os Vingadores: The Avengers" (2012) e "Homem-Aranha: De Volta ao Lar" (2017).  No entanto, sem filmes em vista, ela diz que "se me pedirem para voltar por um dia, sempre estarei disposta quando precisarem." Fora da Marvel, Paltrow fez filmes como "Shakespeare Apaixonado" (1997), pelo qual recebeu o Oscar de melhor atriz; "Contagio" (2011), "Emma" (1996), e "Se7en: Os Sete Crimes Capitais" (1995) - este último com Brad Pitt, com quem chegou a ficar noiva.  Apesar de atuar na Marvel, a atriz também teve um romance com Ben Affleck, que viveu o Batman pela DC. Ela subiu ao altar em 2003 com Chris Martin, vocalista da banda inglesa Coldplay, com quem tem dois filhos, mas se separou em 2014.