Ação da Cidadania faz doação de 20 toneladas de alimentos para população LGBTQIAP+ no Rio

·1 minuto de leitura

RIO — A Ação da Cidadania iniciou nesta segunda-feira a doação de 20 toneladas de alimentos para a população LGBTQIAP+ através de mais de organizações do Rio de Janeiro, que apoiam grupos em situação de vulnerabilidade. A ONG tem parceria com espaços que atendem a pessoas que ficaram sem fonte de renda na pandemia da Covid-19 ou que têm sido vítimas de crimes, como de LGBTfobia.

Este é o segundo ano da iniciativa, que também é realizada no estado de São Paulo — que vai receber 20 toneladas de alimentos. No Rio, a Casa Nem, a Resistência Lésbica da Maré e o projeto Capacitrans RJ estão entre as organizações receberam as doações nesta manhã, na sede da Ação da Cidadanis, no bairro da Saúde, na capital. Já em São Paulo, entre os selecionados estão a Casa Florescer, o Instituto Lar da Dona Cláudia e a Família Stronger.

O diretor-executivo da Ação da Cidadania, Rodrigo “Kiko” Afonso, comemora a iniciativa, que teve início em 2020.

— É a nossa forma de colaborar não apenas com as organizações e casas de acolhimento, mas também com travestis, transexuais e demais trabalhadores do sexo que estão sem recursos financeiros por causa da crise e vivendo em extrema vulnerabilidade, inclusive sofrendo diversos tipos de violência — disse Rodrigo “Kiko” Afonso, diretor-executivo da ONG responsável.

Através do site da Ação da Cidadania é possível contribuir com o projeto com diferentes valores. Há ainda parceria com plataformas digitais, como Ame, iFood e Benfeitoria. Estão em aberto vagas para voluntários nas campanhas e nos projetos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos