Ação em corte federal acusa Trump e Giuliani de conspiração para incitar invasão ao Capitólio

Sarah N. Lynch
·1 minuto de leitura

Por Sarah N. Lynch

WASHINGTON (Reuters) - Um deputado democrata entrou com uma ação nesta terça-feira acusando o ex-presidente Donald Trump e o advogado Rudy Giuliani de conspirarem para incitar a invasão violenta ao Capitólio dos Estados Unidos no dia 6 de janeiro.

A ação judicial do deputado Bennie Thompson, um democrata que preside o Comitê de Segurança Interna da Câmara dos Deputados, foi impetrada na Corte Distrital dos Estados Unidos em Washington.

O Senado dos EUA absolveu Trump de incitar a invasão ao Capitólio. A votação por 57 a 43 ficou aquém da maioria de dois terços necessária para condenar Trump sob a acusação de incitamento à violência após o julgamento de seu impeachment que durou cinco dias. Ele ainda pode ser processado.

"A insurreição foi o resultado de um plano cuidadosamente orquestrado por Trump, Giuliani e grupos extremistas como os Oath Keepers e os Proud Boys, que compartilhavam o objetivo comum de empregar intimidação, assédio e ameaças para impedir a certificação do Colégio Eleitoral", de acordo com um comunicado de imprensa anunciando o processo.