Ação de Lula contra Deltan por PowerPoint deve ser analisada no STJ em fevereiro

***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 22.12.2021 - Mantendo uma tradição que já dura 18 anos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa, nesta quarta-feira (22), do Natal dos Catadores, no Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 22.12.2021 - Mantendo uma tradição que já dura 18 anos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa, nesta quarta-feira (22), do Natal dos Catadores, no Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro Luís Felipe Salomão deve colocar na pauta do STJ (Superior Tribunal de Justiça) a ação de indenização ajuizada pelo ex-presidente Lula (PT) contra Deltan Dallagnol.

O petista alega dano moral por causa da famosa entrevista coletiva do PowerPoint, em 2016.

Salomão é relator de um recurso do petista. Lula entrou na Justiça contra o então procurador cinco anos atrás.

A defesa de Lula diz que, sob pretexto de informar a denúncia, Dallagnol agiu com abuso de autoridade, imputando práticas de crimes com adjetivações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos