Ações da Amazon despencam após projeção de vendas do 4º tri

BENGALURU, Índia (Reuters) - As ações da Amazon.com despencavam quase 10% no início da tarde desta sexta-feira, com a varejista online quase perdendo seu lugar no clube das empresas trilionárias, depois de prever vendas do quarto trimestre abaixo das estimativas de Wall Street.

Às 13h22, as ações da Amazon desabavam 10,2%, cotadas a 99,55, tendo recuado mais cedo até 96,77 dólares e sendo negociadas no menor nível desde março de 2020.

Os analistas temem que fatores macroeconômicos, incluindo um dólar forte, continuem a atingir a Amazon no curto prazo, mas no longo prazo a companhia deve ser capaz de se recuperar.

"Apesar da aceleração das receitas, a ação da Amazon é pressionada pelo mercado por conta das estimativas abaixo do esperado. A eficiência ainda não voltou ao negócio de comércio eletrônico", disse Ben Barringer, analista da Quilter Cheviot.

Embora o segmento de serviços de computação em nuvem tenha apresentado crescimento alto e sustentado para empresas de tecnologia, as indicações de Amazon, Microsoft e Intel nesta semana apontam para investimentos mais baixos de clientes à medida que os custos aumentam.

(Por Akash Sriram e Chavi Mehta)