Ações da China saltam após mínima de 2 anos com expectativas de medidas pró-crescimento

Telão em Xangai mostra flutuações dos mercados acionários

XANGAI (Reuters) - As ações da China recuperaram-se com força de mínimas de dois anos nesta quarta-feira, impulsionadas pela expectativa de que o país irá priorizar o crescimento econômico e aperfeiçoar suas políticas contra o coronavírus

O sentimento melhorou com dados mostrando que os lucros das empresas industriais da China cresceram em ritmo mais rápido em março na comparação com um ano antes, e sinais de que o iuan está se estabilizando após queda recentemente.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 2,94% no dia, depois de toar a mínima desde abril de 2020 durante o pregão. O índice de Xangai teve alta de 2,49%.

O jornal oficial People´s Daily reiterou a "política de tolerância zero" no combate contra a COVID-19, mas disse que, "no estágio atual, nosso objetivo é eliminar os surtos", em vez do vírus, ou a doença

Além disso, o principal órgão de tomada de decisões da China provavelmente dará prioridade ao crescimento durante sessão nesta semana, disse o Standard Chartered em nota. "O apoio ao crédito pode ser destacado para complementar os cortes de impostos/taxas e gastos com infraestrutura", disse o banco.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,17%, a 26.386 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,06%, a 19.946 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 2,49%, a 2.958 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 2,94%, a 3.895 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,10%, a 2.639 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 2,05%, a 16.303 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,04%, a 3.320 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,78%, a 7.261 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos