Ações da LG Chem despencam após recall de veículos elétricos da GM

·2 minuto de leitura
Logotipo da LG Chem no escritório da empresa em Seul.

Por Heekyong Yang

SEUL (Reuters) - As ações da LG Chem caíram 11,1% nesta segunda-feira, após a General Motors anunciar o recall de mais 73 mil carros Chevrolet Bolt que usam as baterias da empresa, meses depois de a Hyundai ter tomado ação similar.

A GM expandiu seu recall de veículos elétricos Bolt na sexta-feira devido ao risco de incêndio atribuído a defeitos de fabricação da bateria, dizendo que o recall custará 1 bilhão de dólares e que buscará reembolso da LG.

A montadora norte-americana afirmou que o recall cobre veículos a partir do modelo 2019 e que interromperá as vendas do Bolt indefinidamente. A LG Chem afirmou que está trabalhando para garantir que não haja problemas com o recall.

A LG Chem, que prepara a oferta inicial de ações (IPO) de sua unidade de bateria LG Energy Solution (LGES), perdeu mais de 6 bilhões de dólares em valor de mercado, a sua maior perda percentual em um mesmo dia desde março de 2020.

"O mercado espera que a LGES lance seu IPO em setembro, mas, com a GM expandindo o recall, o IPO da LGES deve ser adiado em um mês ou dois, porque a empresa precisa refletir o custo do recall antes de finalizar os documentos do IPO", afirmou Cho Hyun-ryul, analista da Samsung Securities.

A GM fez um recall inicial de 69 mil carros Bolt em julho. A ampliação do recall vem uma semana após um incêndio envolvendo um veículo elétrico da Volkswagen com bateria LGES.

Seis meses antes, a Hyundai fez recall de 82 mil veículos elétricos por causa do risco de incêndio da bateria da LGES, em um custo estimado de cerca de 1 trilhão de wons (851,9 milhões de dólares).

Em fevereiro, o Ministério do Transporte da Coreia do Sul disse que uma investigação conjunta com a LGES e a Hyundai descobriu defeitos nas células da bateria em uma fábrica da LGES na China. A investigação está em andamento.

LGES e Hyundai não revelaram como planejam dividir os custos do recall, embora analistas esperem que a LGES assuma 60%.

As baterias são um grande componente das receitas do LG Group. A LG Chem obteve 40% do seu lucro operacional das baterias - incluindo baterias de veículos elétricos - em abril-junho. No começo do mês, a LG Electronics cortou seu lucro operacional para o segundo trimestre em mais de um quinto para refletir os custos do recall da GM.

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS AAP

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos