Ações da Telecom Italia sobem com anúncio de negócio de banda larga

MILÃO (Reuters) - A ação da Telecom Italia subia nesta terça-feira, após o anúncio sobre a estrutura de acordo para criar uma rede de banda larga combinada com a rival Open Fiber.

Os dois grupos assinaram um acordo preliminar na noite de domingo e o jornal Il Messaggero informou nesta terça que o investidor estatal CDP deterá a maior parte da rede combinada, um projeto que vem sendo discutido há anos.

O CDP, que já tem participação nos dois negócios, deve deter uma fatia de 70% a 77% da rede de combinada, segundo o jornal.

De acordo com Il Messaggero, os fundos de infraestrutura Macquarie e KKR deterão 12% a 15% e 10% a 13% da entidade, respectivamente, enquanto a unidade da Swisscom, Fastweb, terá de 1% a 1,5%.

Não houve comentário de nenhum dos citados na matéria.

Os detalhes do acordo, que pode levar a Telecom Italia a sair totalmente do negócio de rede fixa ou manter apenas uma pequena participação na entidade combinada, devem ser concluídos até o fim de outubro.

As opções em discussão incluem a venda total da rede fixa doméstica da Telecom Italia em uma transação que pode ser em dinheiro, disseram fontes à Reuters.

O acordo preliminar também foi assinado por Macquarie e KKR, que detêm fatias minoritárias, respectivamente, na Open Fiber e no negócio de rede de banda larga da Telecom Italia.

As ações da Telecom Italia subiram 3,6% às 12h07 (horário de Brasília), estendendo a tendência positiva da semana, já que o mercado recebeu sinais de progresso na reformulação da empresa.

Sob pressão há anos em seu mercado doméstico, o grupo de telefonia italiano busca levantar dinheiro com a transferência de sua rede fixa, um valor que os analistas de ativos avaliam entre 15 bilhões e 20 bilhões de euros.

(Por Cristina Carlevaro e Elvira Pollina)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos