Ações da Ubisoft desabam após produtora de videogames reduzir previsão de receita

Por Dominique Vidalon

PARIS (Reuters) - As ações da Ubisoft chegaram a cair 20% nesta quinta-feira, após a produtora francesa de videogames fazer alerta sobre receitas e adiar o lançamento de "Skull and Bones", levando os analistas a reduzir suas estimativas para a companhia.

Na quarta-feira, a Ubisoft elevou estimativa de baixa contábil de 400 milhões para 500 milhões de euros e cortou meta de receita para o ano após encerrar 2022 com vendas mais fracas do que o esperado.

A Ubisoft citou a deterioração da economia, marcada por menores gastos com bens não essenciais.

O JPMorgan reduziu sua recomendação para a ação da Ubisoft para "neutra" de "acima da média", citando "um cenário macro enfraquecido, um ambiente desafiador da indústria e a falta de visibilidade em relação ao momento dos lançamentos e seu potencial sucesso".

Vários analistas observaram que outro fator negativo foi uma mudança na indústria de videogames em direção a megamarcas e afastamento dos consumidores de jogos de produtoras pequenas e médias.

"Sentimos por vários anos que a Ubisoft estava gastando muito dinheiro com franquias fora do nível A. A Ubisoft claramente precisa reorientar seus esforços", escreveram os analistas da Cowen.

A Morningstar reduziu a estimativa de valor justo da ação da Ubisoft de 60 para 35 euros.