Ações e reflexões marcam Semana do Meio Ambiente em Niterói

Celebrado mundialmente hoje, o Dia do Meio Ambiente traz uma reflexão com relação aos desafios locais. Como O GLOBO-Niterói mostrou domingo passado, a cidade recicla apenas 1,8% dos resíduos que produz, segundo estudo da Firjan. No trânsito, as ciclovias e a adesão às duas rodas crescem, mas problemas de mobilidade persistem, como a oferta de transporte público. Questões ligadas ao saneamento e à despoluição da Baía de Guanabara e das lagoas também merecem atenção. Para marcar a Semana do Meio Ambiente, uma série de ações foi planejada pela prefeitura.

Itacoatiara Pro: Com shows de Renaissance e Nando Reis, campeonato cresce e vira festival de esporte e cultura

Risotos: versáteis, quentinhos e saborosos

Hoje, serão realizadas ações como limpeza da Lagoa de Piratininga, com participação de pescadores, e distribuição de mudas no Horto do Fonseca. Também estão programados plantios de mudas nas restingas de Camboinhas e Itacoatiara. As atividades da Semana do Meio Ambiente terminam no dia 12, com ação de limpeza na Praia de Icaraí. A programação completa está no site da Secretaria do Meio Ambiente (meioambiente.niteroi.rj.gov.br).

O prefeito Axel Grael ressalta que a sustentabilidade não é uma opção, mas o caminho para a sobrevivência das futuras gerações.

— As mudanças climáticas são o maior desafio e há urgência na transição para o novo paradigma. Além da cidadania, temos que ter também uma “planetania”. Temos que pensar e agir nas esferas regionais e nacional. Atualmente, Niterói tem mais de 50% de áreas verdes preservadas. Foi pioneira na criação da Secretaria municipal do Clima, avançamos em ações na despoluição da Baía de Guanabara com o programa Enseada Limpa. Estamos construindo o Parque Orla Piratininga, um dos maiores em implantação no Brasil com soluções baseadas na natureza. A cidade alcançou importantes conquistas nos últimos anos nesta agenda e seguimos avançando—afirma Axel.

Durante a abertura da Semana do Meio Ambiente, anteontem, a prefeitura iniciou a conexão à rede de esgoto das primeiras residências ocupadas por famílias beneficiárias do Cadastro Único e que vivem em áreas que têm influência no sistema lagunar. Executado em parceria com a concessionária Águas de Niterói, o braço social do programa Ligado na Rede tem como meta fazer a ligação de cem imóveis até o fim do ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos