Ações europeias têm recuperação com impulso de bancos e montadoras

Por Sruthi Shankar
·1 minuto de leitura
.
.

Por Sruthi Shankar

(Reuters) - As bolsas europeias subiam nesta sexta-feira, impulsionadas por notícias de balanços positivos do banco Barclays e de montadoras, mas preocupações persistentes sobre o impacto econômico do aumento dos casos de Covid-19 deixavam os mercados em curso de registrar sua maior queda semanal em um mês.

Às 8:07 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 subia 1,06%, a 1.408 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhava 0,99%, a 364 pontos.

O FTSE 100, de Londres, superava seus pares europeus, com o Barclays saltando 5,6% devido a resultados fortes.

A montadora Daimler subia 2,3% após elevar sua perspectiva de lucro para 2020, com um salto de 24% na demanda por carros de luxo na China no terceiro trimestre.

Setores considerados economicamente mais sensíveis, como bancos, montadoras e empresas de petróleo e gás eram favorecidos. Os credores europeus estavam a caminho de seu melhor desempenho mensal em mais de um ano.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 1,67%, a 5.882 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subia 1,22%, a 12.695 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhava 1,55%, a 4.926 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de 1,23%, a 19.312 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava alta de 1,36%, a 6.888 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizava-se 0,80%, a 4.150 pontos.