Dark design: como sites manipulam usuários para clicar

·2 min de leitura
  • Estudo mostra como técnica é usada para induzir usuário a aceitar cookies

  • Truques de engenharia social também são usados por desinformadores

  • Saiba como se prevenir de crimes cibernéticos

Artigo publicado no Nieman Lab mostra como o webdesign e a UX (experiência do usuário) podem ser usados para monitoramento. O texto destaca como os cookies e as janelas pop-ups com a mensagem “aceitar” ou “ajustar todos os cookies” são utilizadas para rastrear o caminho do usuário em um site, alimentar o algoritmo e criar um perfil.

De acordo com a revista The Conversation, é o chamado “banner de cookie manipulador” que também é denominado de “design obscuro” (dark web design, no inglês). A partir do aceite de quem navega, é criada uma interface guiada por algoritmos e intencionalmente projetada para enganá-lo.

Artigo destaca truques para influenciar navegação web (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Artigo destaca truques para influenciar navegação web (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Além disso, o artigo destaca que o botão "aceitar tudo" é geralmente destacado, atraindo a atenção logo na chegada ao site. Contudo, os botões para “gerenciar configurações” — aqueles por meio dos quais se protege a privacidade e escolher quais dados compartilhar— possuem menos destaque.

Por isso, o dark design é utilizado para influenciar nossas decisões sobre nosso tempo, dinheiro, dados pessoais e consentimento para compartilhamento de dados.

Fake news e crimes cibernéticos

Tal estratégia também pode ser utilizada para conteúdos de desinformação. Táticas semelhantes já foram identificadas em verificações do Yahoo! Notícias. Por exemplo, a reportagem já verificou conteúdos enganosos onde é possível observar indícios de fraude no site, como identidade visual mal feita, erros de grafia e formatação da página. Essa prática é adotada por golpistas para confundir o usuário. O phishing, é uma técnica fraudulenta de engenharia social, destinada a coletar informações pessoais das vítimas.

Durante a pandemia de Covid-19 a Polícia Federal detectou um aumento nos crimes cibernéticos. Com o objetivo de alertar os usuários, fez uma lista com orientações para a prevenção desse tipo de crime.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos