A cada 24h, governo libera 449 pessoas para usar armas no Brasil

Arma de fogo (Foto: Getty Images)
Arma de fogo (Foto: Getty Images)
  • Arma de fogo: 449 pessoas tiram registro de CAC no Brasil a cada 24 horas

  • Aumento verificado entre 27 de julho de 2019 e 29 de março de 2022 foi de 167.390 para 605.313 pessoas

  • Lei em vigor permite que os atiradores comprem até 60 armas, sendo que 30 de uso restrito, como fuzis

Levantamento feito com base em dados do Exército obtidos pelo gerente do Instituto Sou da Paz, Bruno Langeani, e pela GloboNews por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI) revelou nesta segunda-feira (6) que 449 pessoas obtêm licença para usar armas no país a cada 24 horas.

Segundo dados divulgados, o número de pessoas com licença de colecionador, atirador esportivo e/ou caçadores, conhecidos como CACs, aumentou 262% entre julho de 2019 —primeira vez que este dado foi obtido —e março deste ano.

O aumento verificado entre 27 de julho de 2019 e 29 de março de 2022 foi de 167.390 para 605.313 pessoas. Segundo informou o portal g1, a diferença de 437.923 representa uma média de 449 indivíduos com registro de CAC a cada 24 horas.

Ainda de acordo com o portal g1, a lei em vigor permite que os atiradores comprem até 60 armas, sendo que 30 de uso restrito, como fuzis, além da compra anual de até 180 mil balas.

Os caçadores podem comprar até 30 armas, 15 delas de uso restrito e até seis mil balas.

Por outro lado, a lei não impõe limite para os colecionadores: diz que podem comprar até cinco peças de cada modelo de arma, e também seis mil balas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos