A cada 99 transações de Pix Saque, apenas uma é operação de Pix Troco

O Pix reduz a necessidade de carregar cédulas de dinheiro (Getty Image)
O Pix reduz a necessidade de carregar cédulas de dinheiro (Getty Image)
  • Em julho, foram realizadas 267.612 transações de Pix Saque

  • No Pix Troco foram apenas 3.147 operações

  • Os consumidores têm optado por utilizar cada vez menos o dinheiro de papel

É inegável que o Pix revolucionou a forma como os brasileiros fazem transações financeiras. No entanto, a recente funcionalidade que permite sacar dinheiro ao fazer uma compra parece não ter feito muito sucesso.

Atualmente, para cada 99 operações de Pix Saque feitas no Brasil, foi realizada apenas uma transação de Pix Troco. No mês de dezembro de 2021, foram 3.588 transações de Pix Saque, 92% do total, com 293 operações de Pix Troco.

Já no caso do Pix Saque, qualquer pessoa pode pagar por um QR Code gerado pelo comerciante o dinheiro que deseja receber em espécie. No Pix Troco, o cliente paga além do valor da compra, pelo Pix, para receber o troco em cédulas e moedas.

Em julho deste ano, foram realizadas 267.612 transações de Pix Saque, já 99% do total, considerando 3.147 operações de Pix Troco. Nas duas modalidades, em oito meses, já foram realizadas 1.139.015 transações: 1.123.762 de Pix Saque (99%) e 15.253 de Pix Troco.

Como o Pix reduz a necessidade de carregar cédulas de dinheiro, os consumidores têm optado por utilizar cada vez menos o dinheiro de papel. Os estabelecimentos comerciais também não acham relevante oferecer o serviço e, muitas vezes, os atendentes não estão preparados para realizar a operação.

De acordo com o Banco do Brasil (BB), os resultados estão dentro do esperado. O banco afirmou que "o uso do Pix Saque e do Pix Troco tem aumentado gradualmente mês a mês. A disponibilização dos serviços tem crescido com a ampliação dos pontos de atendimento por parte de correspondentes bancários, caixas eletrônicos compartilhados, bem como estabelecimentos comerciais".