"A Fazenda 13": Dayane é chamada para conversa com produção do reality

·2 minuto de leitura
Dayane Mello, participante de
Dayane Mello, participante de "A Fazenda 13". Foto: reprodução/Instagram/dayanemelloreal

Resumo da notícia

  • Produção de "A Fazenda" chamou Dayane Mello para conversa neste sábado (25)

  • Equipe da modelo diz que não sabe quais informações foram passadas à peoa

  • Pressionada por anunciantes, Record apura acusações contra Nego do Borel

Dayane Mello foi chamada para falar com a produção de "A Fazenda 13" na tarde deste sábado (25). Ela, no entanto, não comentou sobre o teor da conversa com os demais peões. Fora do reality, a equipe da modelo afirmou ainda não ter tido contato com a com a finalista do "Gran Fratello VIP" e cobra da Record TV um posicionamento sobre Nego do Borel, acusado de forçar sexo com a participante após a última festa do reality show.

Quando saiu pelo portão da sede, Dayane foi vista por Rico, que falou sobre o assunto com os companheiros de confinamento: "Falei que não podia, ela disse que sabia o que estava fazendo".

Leia também:

Alguns peões chegaram a especular uma desistência, assim como Fernanda Medrado, que deixou o programa esta semana. Mas a modelo voltou logo em seguida e manteve silêncio sobre o que foi dito, alegando ser um assunto pessoal.

No Twitter, os representantes de Dayane disseram não saber quais informações ela recebeu da produção da Record. O perfil da peoa afirmou que seus advogados e a polícia foram até a sede do reality show e que aguardavam autorização da emissora para falar com ela.

A equipe jurídica da participante chegou a sugerir, via rede social, uma videochamada monitorada, já que o contato presencial está restrita, devida às restrições dos protocolos de segurança contra a Covid-19.

A Record disse que apura o caso e prometeu um pronunciamento oficial no programa deste sábado (25). Enquanto isso, os times dos demais participantes do reality show demonstraram apoio a Dayane e lembraram que "violência sexual" não é entretenimento.

Já os patrocinadores pressionam sobre a expulsão de Nego do Borel, segundo o colunista Ricardo Feltrin, do portal Uol. A Aurora Alimentos veio a público para cobrar uma resposta da emissora.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos