Polícia investiga Nego do Borel por estupro de vulnerável em "A Fazenda 13"

·1 minuto de leitura
O cantor Nego do Borel em
O cantor Nego do Borel em "A Fazenda 13". Foto: reprodução/Instagram/negodoborel

Resumo da notícia

  • Nego do Borel é investigado por suspeita de estupro de vulnerável

  • Advogada de Dayane Mello entregou imagens de "A Fazenda 13" à polícia

  • Funkeiro é acusado de ter forçado sexo com a modelo no reality da Record TV

O cantor Nego do Borel, participante de "A Fazenda 13", está sendo investigado pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de estupro de vulnerável. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do estado neste sábado (25). 

As autoridades foram acionados pela equipe jurídica de Dayane Mello, que também faz parte do elenco do reality da Record TV. O público acusou o funkeiro de ter forçado sexo com a modelo, que estava visivelmente bêbada, e pediu a expulsão do participante.

Leia também:

"A advogada da vítima compareceu ao distrito policial e relatou os fatos, além de apresentar um pendrive com as imagens do ocorrido. O caso foi registrado pela Delegacia de Itapecerica da Serra. Outros detalhes serão preservados a fim de garantir a autonomia do trabalho policial", diz a nota da SSP.

À tarde, após o caso ganhar repercussão nas redes sociais, Dayane foi chamada para uma conversa com a produção da Record, mas sua equipe, que foi até a sede do programa, ainda não teve acesso à modelo.

A equipe jurídica da participante chegou a sugerir, via rede social, uma videochamada monitorada, já que o contato presencial está restrita, devida às restrições dos protocolos de segurança contra a Covid-19.

A emissora afirmou que estava apurando o caso internamente e prometeu um pronunciamento oficial durante o programa ao vivo. 

Enquanto isso, os times dos demais participantes do reality show demonstraram apoio a Dayane e lembraram que "violência sexual" não é entretenimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos