Aberto ao público, velório de MC Kevin será na quadra de escola de samba frequentada pelo funkeiro

·2 minuto de leitura

O velório de Kevin Nascimento Bueno, o MC Kevin, acontecerá na manhã desta terça-feira, na quadra da escola de samba paulistana Unidos de Vila Maria. O funkeiro morreu na noite deste domingo, aos 23 anos, ao cair de uma varanda no quinto andar de um hotel na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. A Polícia Civil investiga as circunstâncias do ocorrido.

A despedida ao artista começará às 4h e terminará às 8h, e a entrada do público estará liberada. A quadra fica na Rua Cabo João Monteiro da Rocha 488, no bairro Parque Novo Mundo, na Zona Norte da cidade de São Paulo. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

Kevin era admirador e frequentador da quadra da Unidos de Vila Maria, que disputa o Grupo Especial no carnaval paulista. Pelas redes sociais, a agremiação anunciou estar de luto ao lembrar a ligação com o funkeiro e prestar uma homenagem:

"Grande admirador e frequentador de nossa escola, sempre que podia se fazia presente em nossos ensaios ou jogando bola em nosso campo. Que Deus possa consolar toda a família e amigos nesse momento de dor. Descanse em paz, Kevin", diz o texto publicado pela escola de samba.

Na manhã desta segunda-feira, muito emocionada, a mãe do artista, Valquíria Nascimento, disse que que o filho era “um garoto de família” e agradeceu aos fãs pelo apoio. Ela esteve no Instituto Médico-Legal (IML), no Centro do Rio, para os trâmites de liberação do corpo e desabafou: "Está sendo muito difícil tudo o que está acontecendo".

— Eu não esperava. Falei com ele ontem (domingo) às 17h. Estava tudo bem. A última coisa que ele falou para mim foi o que falava sempre: que me amava. Kevin era um menino de família. A pessoa que mais ficou do meu lado a vida inteira. Quero agradecer a todo mundo que se preocupou com ele — disse Valquíria, que chegou ao Rio na madrugada desta segunda.

O exame de necropsia do corpo do funkeiro indicou que a causa da morte foi trauma craniano provocado por ação contundente. O artista chegou a ser levado por equipes do Corpo de Bombeiros para o Hospital municipal Miguel Couto, na Gávea, na Zona Sul, mas não resistiu aos ferimentos.