Aceleração da vacinação permitirá que PIB do Rio cresça até 5% em 2021, diz prefeitura

·1 minuto de leitura

A prefeitura do Rio estima que a aceleração da vacinação contra a Covid-19, anunciada na última semana, permitirá que a economia da capital alcance, já no mês de setembro, os mesmos índices econômicos registrados no período pré-pandemia. De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, Chicão Bulhões, a projeção inicial do município previa um crescimento de 3% do PIB do município em 2021.

Com a expectativa de que todos adultos sejam vacinados com ao menos uma dose até 18 de agosto, esse número pode alcançar os índices pré-pandemia no mês seguinte e chegar a até 5%, ao final do ano.

Durante divulgação do Boletim Econômico do Rio, nesta segunda-feira, o secretário também anunciou indicadores que apontam o aquecimento do mercado de trabalho. De acordo com ele, entre janeiro e maio, foram gerados 16 mil novos empregos, principalmente no setor de serviços.

Apesar dos novos postos de trabalho, a taxa de desemprego ainda mostra crescimento, no comparativo com o primeiro semestre de 2020, quando não havia pandemia. Na ocasião, a taxa ficava em 13% na capital. Hoje, os indicadores ainda mostram 16%.

O balanço apresentado pela prefeitura também aponta que a taxa de inflação no município ficou abaixo da registrada em todo o país. Nos últimos 12 meses, o Rio registrou alta de 6,8%, enquanto o índice nacional ficou em 8,1%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos