Acho difícil trazer a esquerda falando 'nem Lula nem Bolsonaro', diz Alexandre Frota

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 16.08.2019: Deputado federal Alexandre Frota durante sua filiação como membro do PSDB, em São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 16.08.2019: Deputado federal Alexandre Frota durante sua filiação como membro do PSDB, em São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Alexandre Frota (PSDB-SP) participou neste domingo (12) da manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Avenida Paulista, em São Paulo. Para ele, a adesão da esquerda seria importante para o ato, mas os cartazes de "nem Lula nem Bolsonaro" atrapalham a união da oposição.

"Seria interessante se juntar porque todo mundo tem um inimigo em comum que é o Bolsonaro", ele diz. "Mas acho difícil trazer a esquerda, trazer a CUT, falando em 'nem Lula nem Bolsonaro'."

Frota avaliou como dentro do esperado a baixa quantidade de pessoas na Paulista neste domingo. Mas considera a manifestação como "um ponto de partida importante". "Não achava que teria uma movimentação muito grande. Mas a gente não pode ficar inerte. A rua é muito importante para um processo de impeachment."

Com uma faixa de "fora, Bolsonaro", o deputado diz que fará campanha por João Dória, governador de São Paulo e um dos principais nomes do PSDB, mas que apoiará qualquer candidato que esteja na disputa contra o atual presidente.

Sobre o impeachment, Frota diz que o processo ainda está distante, porque depende de mais pessoas nas ruas. "Esse processo não é só político e nem só jurídico. E a gente ainda não tem aquela catarse pra caminhar com um processo desse."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos