Passagem de ciclone deixa pelo menos 17 mortos em Madagascar

Antananarivo, 19 mar (EFE).- Pelo menos 17 pessoas morreram e mais de 6.280 foram obrigadas a deixar suas famílias pela passagem do ciclone Eliakim durante o final de semana em Madagascar, informaram nesta segunda-feira veículos de imprensa locais.

Várias zonas ficaram "devastadas" e, segundo o último balanço oferecido pelo Escritório Nacional de Gestão de Riscos e Desastres (BNGRC, sigla em francês) no domingo, mais de 15.770 pessoas foram afetadas, indicou o jornal "L'Express".

Além disso, 1.271 casas sofreram com inundações e 648 ficaram destruídas por conta dos fortes ventos e as chuvas causadas por Eliakim.

Os veículos de imprensa também falam de centenas de hectares de arrozais perdidos pelas inundações, e asseguram que os campos de baunilha também foram afetados.

Eliakim deixou Madagascar ontem às 9h local (3h, em Brasília) pela zona de Vatomandry, no litoral este.

Em janeiro, a passagem do ciclone Ava por esta nação do sudeste africano deixou pelo menos 51 mortos e mais de 54 mil deslocados. EFE

at-vec/ff