Acidente entre caminhão, ônibus e van deixa 12 mortos na Bahia

·1 min de leitura
Foto: Reprodução/Vermelhinho Bahia/Correio
Foto: Reprodução/Vermelhinho Bahia/Correio
  • Colisão ocorreu após vagão do caminhão se soltar e rodar na pista

  • Motorista fugiu sem prestar socorro

  • 22 pessoas ficaram feridas, seis em estado grave

Um acidente entre um caminhão bitrem que transportava eucalipto, um ônibus e uma van deixou 12 mortos na noite desta quarta-feira (29) na BR-101, trecho da cidade de Mundo Novo, no sul da Bahia. A pista já está liberada na manhã desta quinta-feira (30).

A polícia informou que entre as vítimas estão os motoristas do ônibus e da van e uma criança. Até o momento, a única vítima identificada é o motorista do ônibus, Leandro Assunção.

O acidente também deixou 22 pessoas feridas, seis em estado grave, das quais três foram levadas ao Hospital Regional de Eunápolis e as outras três ao Hospital Luiz Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Um dos feridos, que está em uma situação mais delicada, está internado em uma UTI.

Leia também:

O acidente ocorreu no km 703, ao redor das 20h, quando o último vagão do caminhão bitrem tombou em uma curva e se desprendeu, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O vagão, que levava toras de eucalipto, rodou na pista e atingiu o ônibus e a van, que seguiam no sentido contrário da pista.

O ônibus fazia o trajeto da linha Itacaré-Porto Seguro, enquanto a van e o caminhão iam para Itabuna. O motorista do caminhão fugiu do local e não prestou socorro.

Pouco após o acidente, testemunhas filmaram o local e mostraram o socorro prestado por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Nas imagens é possível ver feridos no chão aguardando atendimento.

A empresa do ônibus lamentou a morte de seu funcionário e disse que está dando assistência aos feridos e às famílias das vítimas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos