Acidentes interditam rodovia Anchieta por cerca de uma hora e meia nesta quarta-feira (25)

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um acidente na manhã desta quarta-feira (25), entre caminhões, interditou a rodovia Anchieta, sentido litoral paulista. A batida, que provocou a morte de um motorista, ocorreu na altura do km 36 da via e a interdição total durou pouco mais de uma hora e meia.

Por volta das 7h10 a pista apresentava bastante lentidão no tráfego entre os kms 20 a 17. A praça do pedágio chegou a ser interditada às 6h11, o que ajudou a dificultar o trânsito. O local do acidente segue interditado e os envolvidos na operação ainda fazem transbordo das cargas e preparam as carretas para a remoção. Às 7h40, contudo, um desvio foi montado no km 35 para a pista norte operacional da rodovia e o trânsito no local, enfim, pode ser liberado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu às 5h53 e envolveu duas carretas. Duas viaturas da corporação chegaram a ser deslocadas para o local. Veículos da Ecovias, concessionária responsável pela rodovia, também ajudaram na ocorrência.

Uma das carretas transportava etanol. Por causa disso, a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) foi chamada para participar da ocorrência.

Em nota, a Cetesb afirmou que a carreta levava 61 mil litros do produto, mas que "o vazamento não atingiu nenhum corpo d'água" na região. Além disso, o produto derramado foi parte contido na pista e a outra se evaporou, por ser o etanol volátil.

Um pouco mais cedo, por volta das 5h20, no mesmo sentido, na altura do km 23, na alça de acesso ao bairro Demarchi, em São Bernardo do Campo (ABC), um ônibus carregando 23 passageiros tombou após uma colisão com um caminhão que se evadiu do local.

Quatro viaturas dos bombeiros se deslocaram para o local. Oito pessoas tiveram ferimentos leves. Uma delas chegou a ser encaminhada ao hospital com suspeita de fratura no braço. Os outros 15 passageiros saíram ilesos, assim como o motorista.

Segundo apurou a reportagem, o motorista do ônibus disse aos policiais que acabou sendo fechado por uma carreta, o que acarretou no tombamento do veículo.

Segundo a Ecovias, a alça de acesso também chegou a ficar interditada por cerca de quatro horas, mas já está liberada para o motorista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos