ACM Neto tem 48% e Jerônimo chega a 31% na Bahia, mostra Datafolha

*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  06-10-2021, 12h00: Convenção para a fusão dos partidos PSL e DEM, formando o União Brasil, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. O secretário Geral do novo partido ACM Neto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 06-10-2021, 12h00: Convenção para a fusão dos partidos PSL e DEM, formando o União Brasil, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. O secretário Geral do novo partido ACM Neto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - A terceira pesquisa Datafolha sobre a sucessão na Bahia realizada nesta campanha eleitoral aponta o candidato ACM Neto (União Brasil) na liderança e confirma uma tendência de crescimento do candidato Jerônimo Rodrigues (PT).

O ex-prefeito de Salvador tem 48% das intenções de voto na pesquisa estimulada contra 31% de Jerônimo, candidato apoiado por Lula (PT). Em terceiro lugar, vem o ex-ministro João Roma (PL), candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 8%.

O candidato a governador Marcelo Millet (PCO) marcou 1%. Kleber Rosa (PSOL) e Giovani Damico (PCB) não pontuaram. Brancos e nulos somam 6% dos eleitores, enquanto 6% dizem estar indecisos em relação à sucessão estadual.

Na pesquisa anterior, divulgada em 14 de setembro, ACM Neto tinha 49% das intenções de voto contra 28% de Jerônimo e 7% de João Roma (PL).

Já a primeira pesquisa, divulgada em 24 de agosto, mostrava ACM Neto com 54% das intenções de voto contra 16% de Jerônimo Rodrigues e 8% de João Roma.

O levantamento, contratado pela rádio Metrópole, da Bahia, foi realizado de segunda (19) a quarta-feira (21) e entrevistou 1.526 eleitores. Ele está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BA- 07738/202. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%.

SENADO

Na disputa para o Senado, o senador e candidato à reeleição Otto Alencar (PSD) aparece na liderança com 41% das intenções de voto. Na sequência, aparecem o deputado federal Cacá Leão (PP), com 19%, e a médica Raíssa Soares (PL), com 7%.

Cícero Araújo (PCO), Tâmara Azevedo (PSOL) e Marcelo Barreto Luz para Todos (PMN) têm 3% cada um. Brancos e nulos somam 13% na disputa pelo Senado, e os indecisos são 12%.

Na pesquisa anterior, Otto Alencar tinha 39% contra 16% de Cacá Leão, 8% de Raíssa Soares, 6% de Cícero Araújo, 4% de Tâmara Azevedo e 3% de Marcelo Barreto Luz para Todos.