Ações do Twitter despencam após Elon Musk desistir da compra

O Twitter afirmou que vai processar Elon Musk (Getty Image)
O Twitter afirmou que vai processar Elon Musk (Getty Image)
  • Ações da empresa caíram após Elon Musk desistir da compra

  • O bilionário disse que a empresa não mostrou o número correto de contas falsas

  • A rede social vai travar uma disputa judicial com o bilionário

Após Elon Musk voltar atrás com a proposta de compra do Twitter por R$ 44 bilhões, as ações da rede social caíram mais de 7% nesta segunda-feira (11).

Antes das 7 da manhã, aa ações caíam 7,2%, para US$ 34,17. Em valor de mercado, a perca representa cerca de US$ 2 bilhões a menos. Paralelamente, a Tesla, montadora de carros elétricos administrada por Musk, caíam 0,3%.

Para realizar a transação, o bilionário usaria US$33 bilhões do seu próprio dinheiro para o fechamento do negócio, além de utilizar um empréstimo para cobrir o restante do valor.

Na oferta, o homem mais rico do mundo havia oferecido pagar R$ 54,20 por ação. Para desistir da transação, o empresário justificou que a plataforma se negou a informar o número de contas falsas presentes.

De acordo os documentos enviados por Elon Musk à SEC, órgão de de fiscalização norte-americano, a questão dos bots influenciou na decisão. Enquanto um relatório do Twitter aponta que apenas 5% dos perfis da rede social são falsos, uma suposta análise feita pela equipe do dono da Tesla aponta que o número pode ser maior.

Em um comunicado divulgado depois que bilionário desistiu da compra, o Twitter afirmou que pretende enfrentar uma disputa judicial. A empresa quer fazer Musk cumprir o acordo, ou ao menos pagar o que foi prometido em caso de cancelamento do contrato.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos