Acordo da UE sobre padrão de carregadores poderá ser revés para Apple, dizem fontes

Por Foo Yun Chee

BRUXELAS (Reuters) - Os países e parlamentares da União Europeia devem aprovar em 7 de junho o estabelecimento de um padrão comum para carregadores de bateria de telefones celulares, tablets e fones de ouvido, quando vão se reunir sobre a proposta que foi duramente criticada pela Apple, disseram pessoas familiarizadas com o assunto.

A proposta de um único padrão para a entrada de carregamento de bateria de dispositivos móveis foi abordada pela Comissão Europeia há mais de uma década, depois que usuários de iPhone e Android reclamaram de ter que usar carregadores diferentes para seus dispositivos.

Aparelhos da Apple usam o padrão Lightning da empresa, enquanto os dispositivos baseados em Android são alimentados por conectores USB-C e micro USB muito mais difundidos e acordados por uma série de instituições ao redor do mundo.

A discussão da próxima terça-feira será a segunda e, provavelmente, a última entre os países e parlamentares do bloco sobre o assunto, uma indicação de um forte esforço para fechar um acordo, disseram as fontes.

As questões pendentes incluem a ampliação da proposta para envolver laptops, uma demanda importante dos parlamentares europeus que provavelmente afetará Samsung e Huawei e outros fabricantes, disseram as fontes.

Os parlamentares também querem incluir sistemas de carregamento sem fio até 2025, enquanto os países e a Comissão Europeia desejam um período mais longo por razões técnicas.

Representantes da Apple não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto. A empresa disse anteriormente que o uso inadequado de padrões internacionais datados sufoca a inovação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos