Acordo entre a Ucrânia e a Rússia para a exportação dos cereais

O acordo para desbloquear as exportações de cereais da Ucrânia é assinado esta sexta-feira em Istambul, na Turquia.

O anúncio foi feito pela presidência turca, pouco depois de a ONU ter informado que António Guterres tinha interrompido as férias para viajar para Istambul.

A cerimónia da assinatura do acordo contará com a presença do presidente turco, do secretário-geral da ONU e de representantes da Ucrânia e da Rússia.

O acordo deverá permitir que os cereais ucranianos bloqueados pela guerra fluam para fora do Mar Negro e que sejam aliviadas as barreiras à exportação de cereais e fertilizantes russos.

Estima-se que mais de 20 milhões de toneladas de cereais e sementes de girassol que se encontram nos portos ucranianos não consigam chegar ao mercado devido ao bloqueio do Mar Negro, na sequência da invasão russa da Ucrânia.

A falta destes grãos nos mercados internacionais ameaça uma crise alimentar e a fome em várias regiões do mundo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos