Acordo da Rio+20 é ponto de partida, diz Dilma

O acordo que será assinado pelos líderes mundiais nesta sexta-feira na cúpula Rio+20 é um "ponto de partida" para o desenvolvimento sustentável, afirmou a presidente Dilma Rousseff, que destacou o papel do país na construção do consenso alcançado.

"O Brasil foi o responsável por construir um consenso possível. O consenso possível é um ponto de partida e não de chegada", disse Dilma em coletiva de imprensa pouco antes da cerimônia de encerramento da Rio+20.

O acordo que deve ser aprovado pelos 191 países no fim da cúpula da ONU define uma transição para uma "economia verde" e compromete todos os países a adotar metas para a preservação do meio ambiente e a luta contra a pobreza que serão aplicadas a partir de 2015.

"A partir deste documento as nações avançam. O que não podemos permitir é que alguém fique atrás (...). A próxima conferência terá que ser um salto à frente", completou a presidente.

"O importante é que quando se tem um documento escrito, ninguém pode negar ou esquecer o que está escrito", disse.

Sobre a criação de um fundo de 30 bilhões de dólares anuais para poder cumprir as metas socioambientais, promovido pelo Grupo de 77 países em desenvolvimento mais a China, Dilma disse que o assunto "fica na pauta" de futuras reuniões devido à crise econômica mundial.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias