"Acredito que Bolsonaro vai ser indiciado por crimes de responsabilidade", afirma senador da CPI

·1 minuto de leitura
Na imagem, o senador Humberto Costa, integrante da CPI da Pandemia (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
O senador Humberto Costa, integrante da CPI, falou sobre os trabalhos da comissão (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
  • Senador Humberto Costa avalia que relatório final da CPI da Pandemia irá pedir indiciamento do presidente Jair Bolsonaro

  • O parlamentar citou diversos possíveis crimes cometidos durante a pandemia

  • Trabalhos da CPI serão retomados na próxima semana

O senador Humberto Costa (PT-PE), integrante da CPI da Pandemia, afirmou que o relatório final da comissão deverá pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por diversos crimes. A afirmação foi feita em entrevista ao jornal Folha de Pernambuco nesta segunda-feira (26).

"Eu acredito que ele vai ser indiciado por crimes de responsabilidade, particularmente, a questão de crimes contra a Constituição, sobre o direito a vida, a saúde", destacou. 

O senador citou, principalmente, crimes de responsabilidade contra a Constituição em temas como direito à vida e à saúde, mas ele também ressalta que o parecer final poderá atribuir ao presidente outros crimes como de disseminação de epidemia e desrespeito às normas sanitárias.

Leia também:

O senador citou ainda a possibilidade de que a CPI identifique crimes contra os direitos humanos e, por isso, cortes internacionais podem ser acionadas como a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, além do Tribunal Penal da Haia, se o crime de genocídio for detectado, segundo Costa.

O relator da CPI, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), é o responsável pela elaboração do parecer que terá a lista de nomes que serão alvo de pedidos de indiciamento ao final dos trabalhos da comissão.

Na entrevista, o senador Humberto Costa destacou ainda que o material da CPI será enviado à Câmara e, com isso, o presidente da Casa, deputado Arthur Lira (PP-AL), terá que se manifestar em um prazo de 30 dias sobre o pedido de impeachment.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos