Acusada de transfobia, criadora da saga Harry Potter diz receber ameaças de morte

·1 min de leitura

A britânica J. K. Rowling, autora das aventuras de Harry Potter, disse nesta segunda-feira que recebeu inúmeras ameaças de morte de alguns ativistas pelos direitos dos transgêneros que a acusam de transfobia.

"Recebi tantas ameaças de morte que poderia redecorar minha casa com elas e ainda sobraria", ironizou a romancista em uma série de tuítes.

Ela também denuncia o fato de três ativistas terem “se fotografado em frente à [sua] casa” na semana anterior, “posicionando-se com cuidado para que [seu] endereço fique visível”, antes de postar a imagem no Twitter.

Contatada pela agência AFP, a polícia escocesa indicou que uma "investigação está em andamento".

No ano passado, JK Rowling compartilhou um artigo no Twitter sobre "pessoas menstruadas", comentando sarcasticamente: "Tenho certeza que tínhamos que ter uma palavra para essas pessoas. Alguém me ajude. Feem? Fâmea? Feemimm?", ironizou, sugerindo "fêmea".

Com a ironia, ela atraiu a ira de certos internautas, que a lembraram de que homens trans podem menstruar e mulheres trans não podem.

O status das pessoas trans tem sido objeto de acalorado debate nos últimos anos no Reino Unido, com ativistas lutando por seus direitos de um lado, e alguns intelectuais, autores e professores acusados ​​de transfobia do outro, alegando ser vítimas da "cultura de cancelamento".

Em particular, ela acusa os três ativistas que postaram seu endereço online de ter feito isso para "intimidá-la e impedi-la de defender "os direitos das mulheres com base no sexo biológico".

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Espanha pode se tornar 2° país da Europa a permitir a autodeterminação de gênero
A luta de Alexya, mãe de duas meninas também trans e um menino com necessidades especiais
Apesar de lei, barreiras para denunciar violência por LGBTfobia no Brasil permanecem

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos