Acusado de matar ator, Paulo Cupertino deve aguardar julgamento em CDP

Paulo Cupertino foi preso na capital paulista na última segunda-feira (16) (Foto: Reprodução)
Paulo Cupertino foi preso na capital paulista na última segunda-feira (16) (Foto: Reprodução)

Resumo da notícia

  • Paulo Cupertino vai esperar julgamento em Centro de Detenção Provisória em São Paulo

  • Assassino do ator Rafael Miguel foi preso na última segunda-feira (16) na capital paulista

  • Nome de Cupertino estava em lista da Interpol, como criminoso mais perigoso do estado

Paulo Cupertino, assassino do ator Rafael Miguel e dos pais dele, ficará em um Centro de Detenção Provisória, onde aguardará o julgamento. Ele foi preso na última segunda-feira (16), em um hotel na cidade de São Paulo, depois de passar três anos foragido.

Nesta manhã, por volta das 9h, Paulo Cupertino deixou a carceragem do distrito policial para ir à audiência de custódia em um fórum na zona oeste de São Paulo. Na noite de segunda-feira (16), ele prestou depoimento.

Cupertino foi peso durante uma operação policial em desmanches de veículos. Segundo informações da TV Globo, o homem tinha uma loja de peças de carros e é investigado por vender peça de carro roubadas. De acordo com a polícia, Paulo Cupertino teria voltado para São Paulo porque estava sem dinheiro.

Além dele, outras duas pessoas são rés por ajudarem Cupertino. Paulo responde por triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e porque dificultou a defesa das vítimas.

O nome de Paulo Cupertino estava na lista vermelha da Interpol. Ele era considerado o criminoso mais perigoso do estado de São Paulo. Ele afirma ser inocente.

Encontrado em SP

A polícia encontrou Cupertino após ter recebido a informação de que ele estaria na cidade. Na lista dos criminosos mais perigosos e procurados de São Paulo, ele está na Difusão Vermelha da Interpol —organização internacional de polícia criminal.

Segundo o Ministério Público, o empresário assassinou o ator Rafael Miguel e os pais dele porque não aceitava o relacionamento da filha, a estudante Isabela Tibcherani, com o jovem. O crime aconteceu em junho de 2019.

Relembre o caso

Segundo o boletim registrado pela polícia, o ator, acompanhado de seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, 50, foram até a casa de sua namorada para conversar com o pai dela sobre o namoro, por volta das 14h.

As vítimas foram recepcionadas pela mãe e pela namorada de Miguel. Quando a família era recebida, o pai da garota, teria chegado com uma arma e, em seguida, atirado contra as três vítimas, que aguardavam no portão da casa do atirador.

Os três morreram no local e, após os disparos, o suspeito fugiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos