Polícia prende homem por sequestro de juiz americano em Copacabana

Um homem apontado como um dos sequestradores de um turista americano foi preso em Copacabana por policiais de uma força-tarefa da Delegacia Antissequestro (DAS), Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat) e 24ª DP (Piedade). Erivaldo Juvino Silva, conhecido como Nem da Malvina, foi detido na tarde de ontem em flagrante pelo crime de extorsão mediante sequestro. A vítima seria um juiz dos Estados Unidos aposentado, que acabou libertado pelos agentes no mesmo bairro.

Outras vítimas: Delegada diz que 'tudo leva a crer' que mais duas pacientes foram estupradas por anestesista no domingo

As investigações tiveram início após policiais civis da 24ª DP receberem informações sobre um americano sequestrado por bandidos, que exigiam pagamento como resgate.

Material foi usado para limpar boca de grávida: Gaze usada por anestesista preso por estupro é entregue por enfermeiras à polícia

A polícia acabou descobrindo que a vítima foi rendida por dois homens em seu flat, em Copacabana, horas depois de receber duas prostitutas. Elas voltaram ao imóvel com os criminosos, que roubaram dinheiro do turista e o levaram para local desconhecido.

Relato: ‘Ainda desacordada, veio suja da cirurgia’, diz mãe de outra paciente sedada por médico

Após horas de diligências e negociação, no momento em que os criminosos retornaram para o bairro de Copacabana, agentes prenderam um dos homens e libertaram a vítima sem pagamento de resgate.

Policiais ainda buscam os outros participantes do crime.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos