Acusados de linchar até a morte homem após suposto estupro de criança vão a júri

Acusador de linchar Moisés Nicolau vão a juri popular (Foto: Reprodução/EPTV)
Acusador de linchar Moisés Nicolau vão a juri popular (Foto: Reprodução/EPTV)

Oito pessoas serão julgadas nesta quinta-feira (18) por lincharem e matarem um homem, acusado de estuprar uma criança. O crime aconteceu em 3 de junho de 2019, em são Gonçalo do Sapucaí, Minas Gerais. Três anos depois, os acusados vão a júri popular. As informações são do portal g1.

Moisés Nicolau, de 20 anos, era suspeito de estuprar a enteada de 4 anos. O corpo dele foi encontrado em uma cova na região do Surubi, em são Gonçalo.

Na época, a polícia informou que o homem sumiu após ter sido acusado de estupro por moradores do bairro. No boletim de ocorrência, uma vizinha relatou que viu Moisés colocar roupas na criança.

A família afirmou a autoridades que o homem foi espancado até a morte por moradores da região.

A criança passou por exame no Instituto Médico Legal de Pouso Alegre e o resultado foi negativo para estupro. No entanto, o laudo só saiu depois que Moisés Nicolau já havia sido assassinado pelos vizinhos.

Segundo o g1, o julgamento do caso começou na manhã desta quinta-feira, na Câmara Municipal de São Gonçalo do Sapucaí. Oito pessoas foram denunciadas e testemunhas serão ouvidas.

A hipótese do Ministério Público é de que o homem tenha sido assassinado depois de os acusados decidirem que fariam justiça por conta própria.