Adam Levine nega traição, mas admite: "Cruzei uma linha"

Adam Levine na décima edição do Baby2Baby em novembro de 2021 em West Hollywood, Califórnia. (Foto: Amy Sussman/Getty Images for Baby2Baby)
Adam Levine na décima edição do Baby2Baby em novembro de 2021 em West Hollywood, Califórnia. (Foto: Amy Sussman/Getty Images for Baby2Baby)

Adam Levine, vocalista da banda Maroon 5, se pronunciou nesta terça-feira (20) após ser acusado de trair a esposa, Behati Prinsloo, com outra modelo. Ele negou a traição, mas informou que realmente "cruzou uma linha".

Sumner Stroh, de 23 anos, viralizou no TikTok na última segunda-feira (19) ao expor troca de mensagens que teve com o cantor pelo Instagram e revelou que eles tiveram um caso por cerca de um ano. Eles se afastaram, mas recentemente o artista teria voltado a entrar em contato pedindo autorização para que usasse o nome da modelo caso o bebê que Behati está esperando seja um menino.

Em comunicado enviado pelos assessores de Levine ao site "TMZ", ele garantiu que não houve nenhum caso extraconjugal. "Agi mal ao falar com qualquer outra mulher que não fosse minha esposa em forma de flerte. Eu não tive nenhum caso extraconjugal, no entanto, cruzei uma linha por um momento da minha vida, do qual me arrependo", declarou. "Em alguns momentos, ficou inapropriado. Eu lidei com isso e já estou tomando os passos necessários para cuidar disso com minha família".

"Minha esposa e minha família são tudo que me importa nesse mundo. Ser ingênuo e burro o suficiente para arriscar a única coisa que realmente me importa foi o maior erro que pude cometer na vida. Jamais farei isso novamente, Me responsabilizo totalmente. Vamos passar por isso, e vamos passar por isso juntos", completou Adam.

O cantor e a modelo Behati Prinsloo estão juntos há 8 anos. Eles são pais de duas meninas, Dusty Rosa, de 5 anos, e Gio Grace, de 4. O casal está à espera do terceiro filho.