Adaptação de '12 anos escravidão' e reestreia de 'Tom na fazenda' são destaques na programação de teatro no RJ

Adaptação do livro "12 anos de escravidão", que em 2014 foi adaptado para as telonas, o espetáculo "12 anos ou A memória da queda" chega, nesta semana, ao CCBB do Rio de Janeiro, em montagem estrelada por David Júnior, Carmo Dalla Vecchia e Dani Ornellas. Outro destaque no roteiro de teatro, nesta semana, é a reestreia do premiado espetáculo "Tom na fazenda", na Gávea. A seguir, confira as principais peças na programação de teatro na cidade do Rio de Janeiro.

'12 anos ou A memória da queda'

O espetáculo com direção de Tatiana Tibúrcio e Onisajé se inspira na história de "12 anos de escravidão", de Solomon Northup, livro que foi adaptado para o cinema, em longa vencedor do Oscar de Melhor Filme (2014). A peça repassa a trajetória de um homem negro que, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, é sequestrado e escravizado por mais de uma década. Os atores David Júnior, Dani Ornellas e Carmo Dalla Vecchia compõem o elenco.

Centro Cultural Banco do Brasil (Teatro I): Rua Primeiro de Março 66, Centro – 3808-2020. Qua a sáb, às 19h30. Dom, às 18h. R$ 30. 90 minutos. 12 anos. Até 16 de dezembro. Não haverá sessão nos dias 24/11 e 02/12.

'A alma imoral'

Encenada pela atriz Clarice Niskier por 15 anos ininterruptos, a peça inspirada no livro homônimo escrito pelo rabino Nilton Bonder põe em debate definições milenares da história da civilização —como corpo e alma, certo e errado, obediência e desobediência.. O solo está de volta aos palcos em curta temporada dentro do festival "Arte por toda parte". A montagem já foi vista por mais de 500 mil pessoas em mais de 24 cidades brasileiras.

Casa de Cultura Laura Alvim (Teatro): Av. Vieira Souto 176, Ipanema - 2332-2016. Qua e qui, às 20h. R$ 60. 80 minutos. 18 anos. Até 24 de novembro.

'O baterista'

A comédia dramática musical gira em torno de um baterista excêntrico, que liga seu instrumento a toda mecânica da vida. Recém-separado da mulher, o músico se esquece da aula que deveria ministrar e se surpreende quando os alunos aparecem na sua garagem que se transforma em uma sala de aula improvisada. O monólogo reúne quatro humoristas: Antônio Fragoso como protagonista; Celso Taddei, no roteiro; Diego Molina, na direção; e Alexandre Regis, como assistente.

Teatro dos Quatro: Shopping da Gávea, 2º piso. Rua Marquês de São Vicente 52, Gávea - 2239-1095. Qua e qui, às 20h. R$ 100. 60 minutos. 14 anos. Até 8 de dezembro.

'Big Artista da Independência'

O projeto idealizado por Monique Vaillé, com direção de Carolina Godinho, apresenta cinco esquetes bem-humoradas, a cada noite, inspiradas no tema Bicentenário da Independência do Brasil. Cabe ao público escolher as melhores performances. O show de talentos acontece até 30 de novembro, com sessões gratuitas.

Vizinha 123: Rua Henrique de Novais 123, Botafogo. Qua, às 20h. Gratuito. 18 anos. Até 30 de novembro.

'Cão gelado'

Com dramaturgia de Filipe Isensee e direção de Gunnar Borges, o espetáculo musicado conta a história de duas irmãs que vivem em Lá, uma ilha em guerra. Ambas sofrem com a ausência de notícias sobre os filhos, que seguem na frente de batalha há quatro anos. Enquanto uma tenta mobilizar outras mulheres a protestarem pelo fim do conflito, a outra congela o cachorro — que morreu após se engasgar com uma fitinha —, para que o filho consiga se despedir do animal de estimação quando retornar para casa.

Teatro Glaucio Gill: Praça Cardeal Arcoverde s/nº, Copacabana — 2332-7904. Qui e sex, às 20h. R$ 20. 80 minutos. 16 anos. Até 25 de novembro.

'Circuncisão em Nova York'

O espetáculo de comédia de João Bethencourt apresenta a história de duas mulheres, filhas de tradicionais família judaicas, que resolvem ter um filho via inseminação artificial. Sergio Fonta, Jussara Barcellos e Narjara Turetta estão no elenco, sob direção de Guilherme Del Rio.

Teatro Brigitte Blair: Rua Miguel Lemos 51H, Copacabana – 2521-295. Sáb, às 20h30. Dom, às 18h. R$ 80. 70 minutos. 14 anos. Ate 27 de novembro.

'Clarice e Nelson – Um recorte biográfico a partir de entrevistas'

Com texto de Rafael Primot e Franz Keppler e direção de Helena Varvaki e Manoel Prazeres, a montagem inédita acompanha um encontro fictício entre os dois escritores, vividos pelos atores Carol Cezar e Marcos França. A conversa é costurada por trechos de entrevistas reais, que falam sobre suas trajetórias, amores e os caminhos da criação artística.

Centro Cultural Banco do Brasil (Teatro III): Rua Primeiro de Março 66, Centro – 3808-2020. Qui a sáb, às 19h30. Dom, às 18h. R$ 30. 55 minutos. 14 anos. Até 11 de dezembro. Não haverá sessão nos dias 24/11 e 02/12.

'Conto de Natal - Um ballet de Dalal Achcar'

O tradicional espetáculo com tema natalino apresenta a história de uma menina transportada, num passe de mágica, para o Polo Norte, onde encontra uma imensa floresta de pinheiros coberta de neve. A montagem tem concepção, coreografias e direção geral de Dalal Achcar.

Teatro Riachuelo: Rua do Passeio 38, Centro – 99566-7469. Sex, às 19h. Sáb, às 17h. R$ 40 (balcão), R$ 60 (plateia e balcão nobre) e R$ 80 (plateia vip). 70 minutos. Livre. Até 11 de dezembro. Os dias e horários das apresentações mudam a cada semana.

'Enquanto você voava, eu criava raízes'

A premiada companhia Dos à Deux destrincha a palavra "medo" no espetáculo que ganha terceira temporada (com ingressos gratuitos) após uma estreia com salas lotadas entre agosto e novembro deste ano. A trupe formada por André Curti e Artur Luanda Ribeiro apresenta, como em seus outros trabalhos, uma dramaturgia ancorada no teatro gestual — sem a utilização da voz —, em linguagem que mistura dança, artes cênicas e recursos visuais e sonoros irreverentes.

Espaço Cultural Sergio Porto: Rua Visconde Silva s/nº, Humaitá - 2535-3846. Qui e sex, às 20h. Sáb e dom, às 19h. Gratuito, com retirada de ingressos pelo site Sympla. 60 minutos. 18 anos. Até 11 de dezembro.

'O espectador'

Marieta Severo, Andrea Beltrão, Renata Sorrah e Ana Baird estrelam o espetáculo baseado na obra do romeno Matèi Visniec, sob direção coletiva de Enrique Diaz e Marcio Abreu. Com a dinâmica de um jogo teatral entre palco e plateia, elas se revezam em personagens como advogados de acusação e defesa, juízes e testemunhas para julgar um réu que não sabe do que está sendo acusado.

Teatro Poeira: Rua São João Batista 104, Botafogo — 2537-8053. Qui a sáb, 21h. Dom, 19h. R$ 100. Até 27 de novembro.

'Os estressados'

A comédia dirigida por Will Gama brinca com o estresse da vida cotidiana através da história de uma família "tradicional", na qual o pai ignora o convívio com a mulher e o filho por conta do cansaço, a mãe deixa de lado o autocuidado para se dedicar à casa e o menino cobra atenção e afeto. Aline Mendonça, Beto Moreno, Bianca Marques, Gisele Cruz e Will Gama formam o elenco.

Teatro Cândido Mendes: Rua Joana Angélica 63, Ipanema. Sáb, às 21h. Dom (20 e 27), às 20h. R$ 60. 60 min. 12 anos. Até 27 de novembro.

'Fábrica de chocolate'

O espetáculo com texto de Mario Prata, sob direção de Luiz Furlanetto, se debruça sobre uma das histórias de dor e morte promovida pela ditadura brasileira. Depois de um homem morrer torturado pelo regime militar, o órgão repressor simula a cena de um suicídio, dando a entender que a vítima, um operário de uma fábrica de chocolate, havia se matado.

Sede das Cias: Escadaria Selarón. Rua Manuel Carneiro 12, Lapa. Qua e qui, às 20h. R$ 50. 75 minutos. 18 anos. Até 22 de dezembro.

'Histórias do Porchat'

Em novo espetáculo solo, o comediante Fabio Porchat repassa situações inusitadas que viveu ao longo de suas viagens pelo mundo — ele já visitou 55 países. Os momentos vão de uma massagem na Índia a uma dor de barriga no Nepal. A proposta é parecida com o que ele sustenta no programa "Que história é essa, Porchat?", no GNT.

Teatro Casa Grande: Av. Afrânio de Melo Franco 290, Leblon — 2511-0800. Sex, às 20h. Sáb, às 18h e 20h. Dom, às 19h. A partir de R$ 80 (sex) e R$ 100, aos fins de semana (balcão). 70 minutos. Livre. Até 20 de novembro.

'Homem feito'

A peça com texto e direção de Rafael Souza-Ribeiro acompanha a história um homem jovem e bem-sucedido (interpretado por Breno Sanches) que retorna à cidade natal e revive episódios sombrios do passado: na adolescência, ele foi expulso de casa pelo pai quando revelou ser gay; nesse mesmo período, desenvolveu uma relação de afeto e intimidade com um amigo, algo interrompido após um terrível episódio de violência escolar.

Teatro Ipanema: Rua Prudente de Morais 824, Ipanema. Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. R$ 10. Livre. Até 20 de novembro.

'Intimidade indecente'

Amigos, Eliane Giardini e Marcos Caruso retomam uma parceria que já rendeu frutos docíssimos na TV — como o casal Muricy e Leleco da novela "Avenida Brasil" — na montagem inédita "Intimidade indecente". Sucesso de público, o espetáculo acompanha as agruras de um casal sessentão que decide se separar. Está aí apenas o início da história, com dramaturgia de Leilah Assumpção sob direção de Guilherme Leme Garcia.

Teatro Clara Nunes: Shopping da Gávea, 3º piso. Rua Marquês de São Vicente 52, Gávea – 2274-9696. Sáb, às 21h. Dom, às 19h. R$ 120. 90 minutos. 14 anos. Até 20 de novembro.

'A mulher descoberta'

A rotina de um casal é abalada por uma situação extrema. O fato faz com que a mulher avalie os 39 anos de relacionamento, revendo os diversos papéis, escolhas e situações limítrofes de seu casamento. Está aí o pontapé para a trama do espetáculo com texto e direção de Walter Macedo Filho, e interpretada pela atriz Adriana Karla Rodrigues .

Teatro Candido Mendes: Rua Joana Angélica 63, Ipanema — 3149-9018. Seg, às 20h. R$ 40. Livre. Até 28 de novembro.

'Neva'

A Armazém Cia de Teatro estreia seu novo espetáculo, com texto escrito pelo chileno Guillermo Calderón. A peça, com direção de Paulo de Moraes, levanta questionamentos sobre o papel do teatro em contextos políticos de violência. A trama — que se passa em São Petersburgo, capital do Império Russo em 1905 — acompanha três atores que se abrigam num teatro para se proteger do massacre que ficou conhecido como Domingo Sangrento. Uma delas é Olga Knipper, que vive o luto pela morte do marido, o dramaturgo Anton Tchekhov. O elenco é formado por Patrícia Selonk, Isabel Pacheco e Felipe Bustamante.

Fundição Progresso (Espaço Armazém): Rua dos Arcos 24, Lapa. Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. R$ 60. 80 minutos. 14 anos. Até 18 de dezembro. Não haverá apresentação nas semanas de 2 a 4 de dezembro e de 9 a 11 de dezembro.

'Ninguém sabe meu nome'

Em uma conversa íntima com o público, uma mãe preta se pergunta: deve educar seu filho para que cresça e floresça em sua pureza ou despi-lo em tenra idade de sua inocência e prepará-lo para enfrentar uma sociedade que não o reconhece como igual? Ou ainda, é possível fazer as duas coisas? Está aí o mote de "Ninguém sabe meu nome", solo com a atriz Ana Carbatti, sob direção de Inez Viana e Isabel Cavalcanti.

Teatro Firjan Sesi: Av. Graça Aranha 1, Centro - 2563-4168. Qui e sex, às 19h. Sáb e dom, às 18h. R$ 40. 12 anos. Até 20 de novembro.

'Órfãos'

Baseada na obra do dramaturgo americano Lyle Kessler, a peça que alcançou sucesso na Broadway e no cinema nos anos 1980 ganha uma montagem inédita em curta temporada. Dirigida por Fernando Philbert e estrelada por Ernani Moraes, Lucas Drummond e Rafael Queiroz, o espetáculo conta a história de dois irmãos que vivem à margem da sociedade numa metrópole. Enquanto o mais novo se mantém recluso, o outro bate carteira para garantir a sobrevivência da dupla, até que a chegada de um homem mais velho muda seus caminhos.

Oi Futuro: Rua Dois de Dezembro 63, Flamengo - 3131-3060. Qui a dom, às 20h. R$ 60. 90 minutos. 14 anos. Até 20 de novembro.

'Peça de amar'

A montagem do grupo Pandêmica Coletivo acompanha o relacionamento entre dois atores, que veem suas vidas transformadas depois que um deles recebe o diagnóstico de HIV. A peça com dramaturgia de Henrique Fontes e Vinicius Arneiro dialoga com trechos do livro “Cartas da mãe”, um compilado de cartas escritas pelo cartunista Henfil durante o período de 1977 a 1980.

Sesc Copacabana (Mezanino): Rua Domingos Ferreira 160, Copacabana. Qui a dom, às 20h30. R$ 30. 60 minutos. 16 anos. Até 4 de dezembro.

'Pedro I'

O espetáculo dirigido por Daniel Herz mistura elementos históricos e fictícios para refletir sobre os atos que moldaram a sociedade brasileira. Em cena, João Campany interpreta dois personagens que se encontram e se alternam: o imperador D. Pedro I e um artista dos tempos atuais. O roteiro, escrito pelo ator, pelo diretor e por Roberta Brisson, levanta questões como a eficácia do Primeiro Reinado, o início da corrupção no Brasil e o machismo.

Casa de Cultura Laura Alvim: Av. Vieira Souto 176, Ipanema - 2332-2016. Sex e sáb, às 19h.Dom, às 18h. R$ 50. 60 minutos. 12 anos. Até 27 de novembro.

'Pobre menina rica'

Após uma curta temporada com sala lotada no reduto paulistano Clube do Minhoca, a humorista carioca Babu Carreira traz ao Rio seu segundo show de comédia, "Pobre menina rica". Embalado por canções originais, como "O rap do transtorno" e "Queria ser Amelie Poulain", o espetáculo aborda questões que permeiam a geração millennial, a exemplo da preocupação com a saúde mental, a imposição de padrões de beleza e a síndrome do impostor, a partir de experiências pessoais da autora.

Cia. de Teatro Contemporâneo: Rua Conde de Irajá 253, Botafogo. Sex (11 e 18/11), às 21h. R$ 60. 70 min.16 anos. Até 18 de novembro.

'Quase normal'

Em seu primeiro monólogo, Monique Alfradique mergulha nos dilemas e anseios da mulher contemporânea. Na comédia dirigida por Rafael Primot, ela vive uma personagem que, mesmo após decepções amorosas e fracassos profissionais, continua perseguindo suas ambições, enquanto questiona pressões sociais em torno da maternidade, do casamento e do trabalho.

Teatro dos Quatro: Shopping da Gávea, 2º piso. Rua Marquês de São Vicente 52, Gávea - 2239-1095. Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. R$ 100. 70 minutos. 14 anos. Até 27 de novembro.

'O som e a fúria de Lady Macbeth'

Inspirado na clássica personagem de Shakespeare, o monólogo escrito e encenado por Cristina Mayrink, com direção de Diogo Camargos, explora, em tom de paródia, questões da condição humana, como poder, ambição e maldade e suas ambiguidades.

Teatro Glaucio Gill: Praça Cardeal Arcoverde s/ nº, Copacabana - 2332-7904. Seg, às 20h. R$ 50. 60 minutos. Até 28 de novembro.

'Tom na fazenda'

Inspiração para o filme homônimo dirigido por Xavier Dolan (2013), “Tom na fazenda” acompanha um publicitário que, após a morte do companheiro, viaja para a fazenda da família do rapaz. No lugar inóspito, ele se dá conta de que tanto a sogra quanto o cunhado jamais souberam de sua existência, tampouco que o filho (ou irmão) era gay. Sucesso de crítica e público desde 2017, a montagem dirigida por Rodrigo Portella foi laureada com o prêmio da crítica em Québec, no Canadá, e se tornou, em 2022, o principal destaque na programação do Festival de Avignon, o maior evento dedicado às artes cênicas no mundo.

Teatro das Artes: Shopping da Gávea, 2º piso. Rua Marques de São Vicente 52, Gávea - 2540-6004​. Qui a sáb, às 21h. Dom, às 20h. R$ 110. 110 minutos. 18 anos. Até 18 de dezembro.

'Tráfico'

Após a parceria bem-sucedida em "Tebas land", o trio Sergio Blanco, no texto, Victor Garcia Peralta, na direção, e Robson Torinni, no palco, volta a trabalhar junto no monólogo que mistura fatos e ficção para contar a história de Alex, um garoto de programa que se torna um matador de aluguel. Ao longo do espetáculo, a narrativa entrelaça vislumbres de seus encontros, sonhos e seu dia a dia, enquanto o personagem se desnuda e expões seus lados ingênuos e monstruosos.

Teatro Poeirinha: Rua São João Batista 104, Botafogo - 2537-8053. Qui a sáb, às 21h. Dom, às 19h. R$ 60. 80 minutos. 18 anos. Até 18 de dezembro.

'O vendedor de sonhos'

Inspirado no best-seller de auto-ajuda escrito por Augusto Cury, o espetáculo com Roberto Borenstein e Mateus Carrieri conta a história de um homem impedido de cometer suicídio por um mendigo, figura que lhe vende uma vírgula, para que ele continue a escrever a sua história.

Teatro Clara Nunes: Shopping da Gávea. Rua Marquês de São Vicente 52, Gávea – 2274-9696. Sex e sáb, às 20h. R$ 90 (balcão) e R$ 120 (plateia). 70 minutos. 10anos. Até 26 de novembro. Não haverá sessões nos dias 18 e 19 de novembro.

'Virginia'

A vida e a obra da autora inglesa Virginia Woolf se traduzem para os palcos no primeiro monólogo da carreira de Cláudia Abreu, que também estreia na dramaturgia. Dirigida por Amir Haddad, com quem já havia trabalhado em "Noite de Reis" (1997), a atriz encena uma espécie de inventário íntimo da escritora, cuja trajetória foi marcada por desequilíbrios e tragédias pessoais. O projeto, desenvolvido ao longo de mais de cinco anos, nasceu da admiração de Cláudia Abreu por Woolf, desde seu espetáculo de estreia "Orlando" (1989), assinado por Bia Lessa, aos 18 anos.

Teatro XP Investimentos (Jockey Clube brasileiro): Av. Bartolomeu Mitre 1110, Leblon. Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. R$ 80. 14 anos. Até 27 novembro.

'Vocês foram maravilhosos'

Em seu novo solo, o ator e humorista Marcos Veras aborda assuntos como paternidade e casamento, enquanto cria um "espaço para terapia coletiva", no qual entrevista pessoas da plateia. O artista lembra ainda melhores momentos do sucesso "Falando a Veras". A produção é de Carlos Grun.

Teatro Multiplan: Av. das Américas 3.900, Barra da Tijuca. Sex, às 20h. A partir de R$ 40. 90 minutos. Livre. Até 18 de novembro.