Adele diz cambalear em show por sofrer de ciática; entenda o que é o quadro e as lesões da cantora

A cantora Adele disse estar cambaleando por sofrer de ciática durante uma apresentação de ano novo em Las Vegas, nos Estados Unidos, onde a artista tem uma residência de shows desde novembro. Essa não é a primeira vez que a britânica menciona os problemas na coluna, que começaram quando tinha apenas 15 anos e teve sua primeira hérnia de disco.

'Estava parando de funcionar’: Jovem sente dores no estômago e descobre que só tinha 16% de coração

Disfunção erétil: Cientistas chineses criam pênis 'biônico' que promete ser usado contra a condição

— Tenho cambaleado ultimamente porque tenho uma dor ciática muito forte — diz Adele durante o evento em vídeo publicado por um fã na rede social TikTok. Em seguida, a cantora pergunta se mais alguém na plateia sofre com o problema, e recebe gritos dizendo que sim. Ela então brinca: — E se (a dor) estiver se tornando mais comum porque estamos todos sentados o dia inteiro?

Em novembro de 2021, em entrevista à revista do Reino Unido The Face, a cantora falou sobre como os problemas na coluna impactam seu dia a dia. Ela contou que teve a primeira hérnia aos 15 anos, e outra em janeiro do ano passado. A situação que piorou ainda após o parto de seu filho. Porém, ter perdido peso, disse, ajudou a amenizar as dores na região.

— Eu tenho dores nas costas por, tipo, metade da minha vida, na verdade. Ela se inflama, normalmente devido ao estresse ou a uma postura estúpida. Mas onde eu tenho minha barriga forte, lá embaixo, o que eu nunca tive antes, minhas costas não doem tanto. Isso significa que posso fazer mais, posso correr um pouco mais com meu filho — afirmou a cantora.

'Janeiro seco': Conheça os benefícios de interromper o consumo de álcool por um mês

O que é ciática e hérnia de disco?

A ciática é um nome geral dado para a dor que o paciente sofre ao longo dos nervos ciáticos. Esses nervos estão por trás da sensibilidade e do controle de diversos músculos do corpo, se estendendo da região da lombar até as pernas, abaixo do joelho. São considerados os maiores do corpo humano.

Essa dor é resultado de uma compressão, inflamação ou lesão nos nervos. Uma rotina de atividades físicas, evitar o sobrepeso e manter uma postura correta são medidas que ajudam a prevenir esse tipo de incômodo. Repouso, analgésicos e sessões de fisioterapia são algumas medidas que ajudam a aliviar as dores.

No entanto, é importante descobrir a causa dos danos aos nervos para que o melhor tratamento possa ser orientado pelo médico. Na maioria dos casos, assim como o de Adele, a ciática é decorrente de uma hérnia de disco.

Em São Paulo: Laboratório identifica primeiro caso brasileiro da XBB.1.5, a variante mais transmissível da Covid-19

A coluna é composta por diversos ossos chamados de vértebras. Entre elas, há um disco intervertebral - estrutura em forma de anel feita de tecido cartilaginoso - que amortece o impacto de um osso no outro. Porém, com o tempo, esses discos desgastam-se, o que eventualmente pode causar o seu deslocamento do local de origem – que é a hérnia.

Com isso, ela acaba comprimindo as raízes nervosas da coluna, o que gera a dor. Esse quadro costuma acontecer no início da velhice, com maior incidência após os 50 anos. Mas, uma predisposição genética, atividades repetitivas, como má postura e dobrar as costas, além da obesidade, favorecem o desenvolvimento do problema.

O tratamento costuma ser realizado com a prática de atividades físicas, a administração de analgésicos para a dor e sessões de fisioterapia, que fortalecem a região. Geralmente, o resultado é positivo, e o diagnóstico é parte da vida de parte considerável da população. Porém, em casos mais graves, pode ser necessária uma cirurgia para retirar a hérnia.