Adidas fatura R$ 131 milhões com primeiro lançamento de NFTs

·1 min de leitura
Foto: Reprodução da internet.
Foto: Reprodução da internet.
  • A marca alemã de roupas esportivas faturou cerca de 6 mil ETH, o equivalente a US$ 23,5 milhões, com o lançamento de "Into the Metaverse";

  • No projeto de metaverso da Adidas Originals, os membros ajudarão a moldar os tipos de produtos e experiências internas;

  • Na sexta-feira (17), foram lançados 20 mil NFTs por meio da emissão de acesso antecipado, esgotados antes das 19h.

Parece que há um novo caso de sucesso no mundo dos NFTs. A Adidas Original, empresa alemã de roupas esportivas, arrecadou 5.924 ETH, o equivalente a US$ 23,5 milhões, ou R$ 131 milhões na cotação atual, com o lançamento de “Into the Metaverse”, projeto em colaboração com a Bored Ape Yacht Club (BAYC) e a PUNKS Comic.

A empresa começou a fase de emissão de acesso antecipado na sexta-feira (17), quando os compradores obtiveram um protocolo “proof-of-attendance” (POAP, em inglês) da Adidas Originals, POAP gmoney, NFT do BAYC ou do Mutant Ape Yacht Club e até um NFT da Pixel Wallet

Leia também:

Foram 20 mil NFTs lançados por meio da emissão de acesso antecipado, custando 0,2 ETH cada, esgotados antes das 19h.

As pessoas sem os ativos podiam também emitir um dos 9,6 mil tokens não fungíveis de “Into the Metaverse” na venda geral, que começou no mesmo dia, às 20h, e que rendeu cerca de US$ 7,5 milhões ao total de faturamento da empresa.

A Adida Originals e os parceiros ainda detêm 380 NFTs para eventos a serem realizados.

Na ocasião, logo após o lançamento, a marca precisou interromper a emissão de acesso antecipado por causa de um problema com a Mutant Ape Yacht Club.

Como efeito, a empresa garante aos usuários que passaram pelas tribulações com transações a possibilidade de emitir novamente o NFT quando a venda recomeçar.

As informações são do Money Times.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos