Adolescente desaparecida há 2 meses é encontrada em acampamento precário

A adolescente foi encontrada em condições insalubres na mata fechada de Palhoça (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Vizinho de 51 anos é suspeito de estupro e sequestro desde o dia 31 de julho

  • O homem fugiu está foragido e é procurado por estupro de vulnerável

Uma adolescente de 13 anos foi resgatada do cárcere privado em que foi mantida por mais de dois meses em uma mata fechada em Palhoça, arredores de Florianópolis. Ela estava desaparecida desde 31 de julho e foi encontrada em um acampamento precário e insalubre por uma operação conjunta das polícias Civil e Militar de Santa Catarina no domingo (13).

O homem sequestrou a menina no dia 31 de julho (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil relata que a menina estava com os cabelos cortados, mas não tinha ferimentos. O principal suspeito é o vizinho de 51 anos da família, que já tinha um mandado de prisão preventiva em aberto por estupro da adolescente. O abuso aconteceu em 2018. Ele também tem passagens na polícia por furto e ameaça contra a ex-companheira.

Leia também

A polícia realizou três operações para localizar a garota (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Ele fugiu do acampamento improvisado antes que a polícia chegasse ao local. Lá, foram encontradas uma arma e munição – além de sequestro e cárcere privado, ele vai responder por posse ilegal de arma de fogo.

A polícia realizou três operações na região para localizar a adolescente e cumprir o mandado de prisão preventiva. A ação que descobriu o acampamento foi realizada pela Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil, Dpcami de Palhoça, SOS Desaparecidos, Polícia Militar, além da Polícia Ambiental.

O homem fugiu do local antes da chegada da polícia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)