Adolescente e filha de um ano são resgatadas de cárcere privado em Goiânia

Adolescente de 17 anos e sua filha de 1 ano eram mantidas em casa por namorado da jovem. Foto: Divulgação/Polícia Civil.
Adolescente de 17 anos e sua filha de 1 ano eram mantidas em casa por namorado da jovem. Foto: Divulgação/Polícia Civil.
  • Homem prendeu mãe e filha quando companheira tentou terminar relacionamento

  • Adolescente conseguiu avisar família por mensagem

  • Suspeito foi preso em flagrante e negou crime

Após conseguir enviar uma mensagem de celular para sua tia, uma adolescente, de 17 anos, e sua filha, de um ano, foram resgatadas da casa onde eram mantidas em cárcere privado pelo namorado da mãe, em Goiânia, no último domingo (5).

Na mensagem, a jovem escreveu: "Ele falou que si alguém vim mi buscar ele vai mim matar". As informações são do portal G1.

O homem de 29 anos foi preso em flagrante. O caso é acompanhado pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam).

Segundo a delegada do Deam Priscila de Souza, a vítima relatou que ficou vários dias presa em um quarto, de onde só podia sair para comer e ir ao banheiro. Ela conseguiu pedir ajuda ao colocar crédito no celular.

Sua tia, em seguida, a orientou a apagar as mensagens e aguardar o resgate. "Calma aí espera aí que eu tô tentando ligar para sua tia e ela vai chegar eu com a polícia logo viu calma e apaga a mensagem", escreveu a familiar.

Ainda de acordo com a delegada, a adolescente relatou que o companheiro era agressivo e possessivo. Ele impedia que a jovem falasse com sua família, que não é da capital de Goiás. O casal e a bebê, fruto de outro relacionamento, viviam juntos na casa onde elas foram mantidas. A vítima foi sequestrada quando tentou terminar o relacionamento, que durou oito meses.

"Ela disse que não aguentava mais e queria se separar, então ele proibiu ela de sair de casa e a trancou no quarto. Deixou ela sem internet para deixar ela sem comunicação", disse a delegada.

Após a prisão, o suspeito negou as acusações de cárcere privado, de acordo com a delegada. "Ele disse que em momento nenhum proibiu ela de sair de casa, mas disse que ela só iria embora se algum parente próximo buscasse ela", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos