Adolescente invade creche e mata três crianças e duas professoras em Santa Catarina

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Adolescente matou ao menos cinco mortos em Santa Catarina - Foto: Simone Fernandes/Arquivo Pessoal
Adolescente matou ao menos cinco mortos em Santa Catarina - Foto: Simone Fernandes/Arquivo Pessoal
  • Adolescente deixou ao menos três crianças e duas professoras mortas em ataque com facão

  • Polícia confirmou o ocorrido e explicou que recebeu diversos pedidos de socorro do local

  • Outras professoras também ficaram feridas no ataque

Um adolescente de 18 anos invadiu uma creche e matou ao menos cinco pessoas no município de Saudades, em Santa Catarina, nesta terça-feira. O rapaz portava um facão no momento do ataque.

Leia também

O delegado Jerônimo Marçal Ferreira, responsável pelo caso, confirmou a morte de três crianças e duas professoras. A Polícia Civil também anunciou a prisão do agressor após o crime.

Polícia e Corpo de Bombeiros atenderam à ocorrência nesta terça -  Foto: Simone Fernandes/Arquivo Pessoal
Polícia e Corpo de Bombeiros atenderam à ocorrência nesta terça - Foto: Simone Fernandes/Arquivo Pessoal

Os policiais receberam diversas ligações pedindo socorro no local por volta das 11 horas. Segundo o 2º Batalhão da PM de Chapecó, a ocorrência ainda estava em andamento no fim da manhã desta terça.

Inicialmente, os veículos locais noticiaram a morte de duas crianças e o ferimento de duas professoras. Posteriormente, porém, o número de mortos subiu para cinco. Uma outra funcionária da creche ficou gravemente ferida. Veículos da imprensa local informaram que ela também não resistiu aos ferimentos, mas a última atualização policial dava conta de que a mulher lutava pela vida.

Saudades é uma cidade próxima a Chapecó, em Santa Catarina - Foto: Reprodução
Saudades é uma cidade próxima a Chapecó, em Santa Catarina - Foto: Reprodução

As identidades do jovem e das vítimas não foram reveladas. O adolescente responsável pelos crimes também teria ficado ferido na ação da polícia. Ele não tem histórico de crimes, segundo o delegado.

"O rapaz tem 18 anos, não tem histórico policial. Ainda não angariamos com a família a condição, o histórico pessoal dele. Ele chegou por volta das 10 horas, armado, com arma branca, e começou a atacar a professora, que veio a falecer. A professora correu para outra sala, onde estavam as crianças, e ele começou a atacá-las também. Havia quatro crianças lá."

Governador lamenta "chacina"

Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés manifestou-se por meio das redes sociais e lamentou o ocorrido. "Devastadora a notícia da chacina registrada no município de Saudades vitimando crianças e professores de uma creche na manhã desta terça-feira. Minha solidariedade às famílias, à comunidade escolar e a todos os moradores da acolhedora cidade do nosso Oeste", escreveu no Twitter.

"Todas as energias das forças de segurança da região devem ser empregadas no esclarecimento desse trágico episódio", completou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.