Adolescente vestido de Papai Noel é detido furtando em Copacabana

·1 min de leitura

RIO — Uma estrutura com 20 câmeras foi montada na Rua República do Peru. No local, agentes da PM, da GM e da CET-Rio monitoram em 360 graus tudo que acontece entre o Leme e Copacabana. Foi nesse local que o EXTRA flagrou o momento em que um adolescente, com gorro de papai noel, furtou uma mulher. O adolescente, que estava acompanhado de outros dois meninos, foi levado para o destacamento da DPCA, baseado na Delegacia do Idoso, em Copacabana.

— Ajudamos a encontrá-los com a ajuda dessas câmeras — conta Rubens Ribeiro, responsável pela empresa de monitoramento das câmeras.

E ele conta como funciona o espaço de vigilância:

— Essa estrutura começou a ser montada no dia 27 de dezembro. Ao todo, montamos 20 câmeras de alta resolução com alcance de até 100 metros de zoom. Temos aqui a PM, a GM, um operador da CET-Rio. Nesse ano está muito tranquilo, porque a gente consegue chegar o máximo possível de um possível roubo e alertar a PM ou a GM. Essas câmeras vão do Leme a Copacabana.

O policiamento e o patrulhamento está reforçado em várias ruas de Copacabana e Ipanema. Em praticamente todas as ruas de ambos os bairros há viaturas da PM e da Guarda. Entanto isso, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) a Polícia Militar monitora os 160 militares que usam câmeras durante a festa que acontece em toda a orla de Copacabana.

Segundo a PM, o “papai noel” participava de um arrastão e conseguiu roubar pertences de pelo menos cinco pessoas. Na central de monitoramento é possível notar grupos grandes de pessoas que estão praticando roubos na praia. Para despistar, os criminosos usam mais de uma camisa para não serem pegos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos