Adolescentes que roubaram e agrediram turistas no Rio têm passagens por outros crimes

Turista agredida no Rio de Janeiro tinha sangramentos por toda a face - Foto: Reprodução/TV Globo
Turista agredida no Rio de Janeiro tinha sangramentos por toda a face - Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil do Rio de Janeiro, informou que os dois menores apreendidos após roubar e espancar duas turistas da Eslováquia em Copacabana nesta quarta-feira (21), possuem diversas passagens pela polícia por outros crimes.

Os adolescentes que são do Jacaré, na Zona Norte, segundo fontes na Polícia Civil, já responderam por crimes equivalentes a roubo, furto, ameaça, lesão corporal e tráfico de drogas.

Além disso, segundo informações, os dois também já tinham passagem, em uma mesma ocorrência, por uma acusação de corrupção de menores.

O caso aconteceu quando as turistas planejavam assistir ao nascer do sol na areia da praia, quando foram abordadas pelos dois adolescentes. Os menores foram detidos na Avenida Atlântica, na altura da Rua Hilário de Gouveia, enquanto tentavam fugir. Eles foram encaminhados para a 12ª DP (Copacabana).

Durante a abordagem, um dos menores tentou tirar o telefone da mão de uma das turistas, que reagiu. Depois disso, as duas estrangeiras foram agredidas pela dupla.

Policiais Militares, após encontrarem os menos, recuperaram o aparelho celular que tinha sido roubado.

As amigas ficaram bastante feridas, uma delas chegou a ter fratura no rosto, e foram socorridas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Copacabana e encaminhadas para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon.

"Foi um crime horroroso, um roubo. As duas turistas estão num grupo, numa excursão, onde se conheceram. Foram à praia bem cedo para ver o nascer do sol. Foi quando foram abordadas pelos dois menores que pediram dinheiro. Elas não deram e eles deram socos nas vítimas”, disse a delegada Patrícia Alemany, da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat).

As vítimas foram ouvidas na Deat e deixaram a delegacia sem falar com a imprensa.